Política

Botelho destaca importância de homenagem da ALMT em reconhecimento a personalidades de Mato Grosso

Published

on


Com um legado social deixado ao estado por sua atuação profissional e filantrópica, o médico-cirurgião Farid Seror recebeu a Comenda Dante de Oliveira, homenagem póstuma concedida durante sessão especial promovida pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), na noite desta segunda-feira (8). Requerida e conduzida pelo deputado Eduardo Botelho (União), na sessão especial o parlamentar homenageou 121 personalidades e entidades das mais diversas áreas de atuação em reconhecimento às contribuições ao estado e à população mato-grossense. Foram entregues comendas, títulos de cidadão mato-grossense e moção de aplauso.

O deputado destacou a importância do agradecimento público a uma personalidade que marcou não só a medicina, mas a sociedade por sua atuação como profissional e cidadão. “Farid Seror foi um exemplo de dedicação, competência e amor ao próximo. Como médico-cirurgião, ele não apenas realizou procedimentos inovadores e salvou inúmeras vidas, como contribuiu significativamente para o avanço da medicina em nosso estado e em todo o Brasil”, afirmou o parlamentar durante a abertura do evento.

Seror foi homenageado com a Comenda Dante de Oliveira – titulação concedida a pessoas que tenham se destacado por ações na área de direitos humanos, democracia e cidadania mato-grossense. Para a família Seror, a iniciativa representa o confirmação de uma vida digna, de amor e trabalho dedicada ao próximo. “Naquele tempo, a medicina era muito diferente e ele era um exemplo vivo disso. Primeiro atendia a pessoa, depois perguntava se ela podia pagar ou não”, conta o filho do cirurgião, Roberto Seror. “E, claro, havia muita gente carente. Muita gente que não tinha condições de pagar pelos serviços médicos, como ainda hoje há, mas ele atendia a todos, sem nenhuma distinção e muitas vezes sem preço. Pagavam o quanto podiam e da forma que eram capazes”.

Roberto contou que os feitos do pai chegaram até o Japão por meio de relatos que exaltavam o cuidado médico humanizado e acessível ao povo japonês. “Ele foi o segundo brasileiro a receber a Comenda da Ordem do Sol Nascente e Raios de Ouro e Prata, que foi concedida pelo imperador do Japão como reconhecimento”, revelou. “Foram tantas cartas que falavam do atendimento sem cobrar que o imperador fez uma homenagem pelo carinho com que foi tratado o povo do Japão”, lembra Seror, com orgulho.

Eduardo Botelho destacou ainda a relevância das homenagens. “A Assembleia faz o papel do cidadão de Mato Grosso quando homenageia essas personalidades pela importância social que representam”, afirmou.

Após a abertura da cerimônia, a entrega das homenagens foi conduzida pelo deputado Júlio Campos (União). “A solenidade é uma forma de agradecer e incentivar a atuação dessas personalidades que se dedicam ao nosso estado” defendeu o parlamentar.

Morando em Mato Grosso há 15 anos, o coronel Luciano Bonomo Soares recebeu o Título de Cidadão Mato-grossense. Há seis anos na presidência do clube esportivo Círculo Militar, ele falou da satisfação de poder retribuir ao estado que o acolheu. “É um estado que me acolheu com muita generosidade, com muito respeito e eu realmente tenho muito carinho”, afirmou. “Acredito que o meu trabalho à frente do clube que atende a população, que incentiva o esporte, é uma forma de retribuir esse acolhimento”, avaliou.

Com um trabalho junto à comunidade da melhor idade, Carmem Lucia Costa foi agraciada com Moção de Aplauso. Eleita rainha do “Grupo Recordar é Viver”, ela falou da importância de valorizar as pessoas que estão nessa faixa etária da vida. “Não é fácil manter a vitalidade nessa fase da vida, é preciso investir em ações específicas para trabalhar junto a esse grupo como forma de estímulo para continuidade da vida”, defendeu. “A homenagem me dá orgulho e me anima na continuidade das atividades”, concluiu.

Confira a lista dos Homenageados

Comenda Dante de Oliveira

Christiane Da Costa Marques Neves

Farid Seror (In Memoriam)

Maria Aparecida Ribeiro

Comenda Senador Jonas Pinheiro

Tadeu Aurimar Mocelin

Daniella Soares De Almeida Bueno

Maria Auxiliadora Pereira Rocha Diniz

Valney Souza Correa

Guilherme Linares Nolasco

Salvador Antunes Monteiro Maciel

Onofre Ribeiro

Emanuele Gonçalina De Almeida

Titulo de Cidadão Mato-grossense

Alcione Araújo Dos Santos

Alessandro Farias Santos

Alessandro Goetz De Souza

Annelita Almeida Oliveira E Sousa Reiners

Antônio Batista Dos Santos Neto

Ariovaldo Custódio Da Silva

Bryan Felipe Vieira

Carlos Alberto Olaves Gonçalves

Cristina Y Mendes Feio

Eduardo De Jesus Gomes

Flávio Muller

Francisco Dos Santos Amaral

Geraldo Braz

Giordana Ribeiro Cardozo

Giovana Nicoletti Parreira

Givanildo Da Silva Almeida

Idalício Da Silva Souza

Igor Araujo Pagnoncelli

Jeremias Fronczak

Juliano Fabrício De Souza

Lamartine Godoy Neto

Luciano Bonomo Soares

Maralice Lopes Fujimura

Marcelo Augusto Portocarrero

Marcos Alexandre Cardoso Lima

Maria Do Carmo De Salles Mendes Dos Santos

Mirian Alves Bezerra Barros

Nicola Procopi

Pastor Caio Alexandre Soares Dos Santos

Patricia Fernandes

Pedro Nunes

Rafael Mantovani Marques

Rivaldo Sampaio Barbosa

Rodrigo Prosdócimo Pansera Guerra

Roger Ramos Martini

Rosemeri Constantini

Sandra Maria Danzmann Pfaffenzeller

Saulo Erick De Lima

Valdir Follmann

Vera Lúcia Araújo Dos Santos

Moção de Aplauso

Associação Dos Camelôs Do Shopping Popular

Clube Monte Líbano

Circulo Militar De Cuiabá

Cuiabá Tênis Clube

Tênis Company

Tênis Country

Adalberto Paulino Bião Neto

Alessandro Nunes De Oliveira

Alfredo Carlonga Ribeiro

Alisson Luiz (Showcuia)

Ana Maria Do Carmo Caporossi

Anderson Silva Cruz

Andrey Mattias Ferreira

Carlos Alberto Da Conceição Silva

Carlos Fernandes Neto

Carmem Lucia Mendes De Oliveira Costa

Celso Marques Ferrer Júnior

Cláudio Adriano Da Costa Batista

Débora Ormond

Doatir Pedroso De Almeida

Eri Bento

Evanderson Nazare Da Silva

Gabriel Bussiki Figueiredo Santos

Geraldo Afonso Carneiro

Geraldo Biancardini Prado

Geraldo José Z. Prado Filho

Harrison Rainier Ribeiro

Helenir Resende

Hélio Raimundo De Souza

Ivo Antonio Vieira

Jane Benedita Campos Leite

João Batista Tavares Filho

Joilson Borges

José Arnoudo Cavalcante Vilaça

José Eduardo Leite Da Silva

José Jurandir De Lima Júnior

Lauides Sebastiana Macedo Rodrigues

Lawrence Costa Sampaio

Leandro Senna Corrêa

Livas Tarcílio Damazio

Lívia Comar Da Silva

Lucybelle De O. Assunção Botelho

Marcella De Araújo Balduino

Marcelo Barreto Souto

Marcia Aparecida Mello E Silva

Marciano Giovanni Dugatto

Marcus Vinícius Mundim Parreira

Mario Uemura Meira

Nivaldo De Assunção Teodózio Da Silva

Noemy Sônia Ueno

Paulo Henrique Corrêa De Morais

Paulo Lima

Pedro Alexandre Garcia Taques Vital

Pedro Cesar De Oliveira

Renan Jaudy

Ricardo L. Cintra Júnior

Ricardo Moreno

Robson Da Costa Nunes

Ronaldo Branco

Sílvia Carla Jorge Da Cunha Machado

Tâmera Loyola De Souza

Thalita Alencar Padilha

Tiago Viana Arruda

Tulio Cesar Zago

Walter Storck

Wesley Da Costa Nunes

Willian Silva Alves De Souza






Política

AMM e CNM se mobilizam em defesa do Marco Temporal e direito à propriedade

Published

on


Para defender o direito de propriedade e garantir segurança jurídica `as gestões municipais e setor produtivo, a Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) iniciou uma ampla mobilização em defesa da Lei do Marco Temporal (Lei 14.701/2023). 

 

A norma estabelece o direito de os povos indígenas permanecerem apenas nas terras que ocupavam ou já disputavam na data de promulgação da Constituição de 1988.

 

O tema foi tratado em uma reunião nesta quarta-feira (24), na sede da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), em Brasília, com a participação remota de prefeitos de várias regiões do país.  A reunião foi convocada pela CNM com a participação da AMM. 

 

O presidente da AMM, Leonardo Bortolin, defendeu uma definição legal que não prejudique os municípios, os produtores e a economia do estado.

 

“Defendemos que a lei do marco temporal seja respeitada, gerando segurança jurídica para produtores, prefeitos e população não só de Mato Grosso, mas de várias partes do país atingidos por essa discussão”, explicou Bortolin, que estava acompanhado pelo prefeito de Santo Antônio do Leste, José Arimateia Alves.  

 

O presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, destacou a importância da atuação da AMM nessa discussão que interessa a várias regiões do país.

 

“O presidente Leonardo está tomando a iniciativa de trazer essa cobrança para que façamos uma articulação  nacional sobre o assunto. Tenho certeza que havendo unidade entre os gestores vamos chegar a bom termo para lutar e defender temáticas importantes para a população”, frisou.

 

A Lei 14.701/2023 foi promulgada pelo Congresso Nacional em dezembro do ano passado, após os parlamentares derrubarem vários vetos presidenciais.

 

Antes da promulgação, a tese jurídica do marco temporal já havia chegado ao Supremo Tribunal Federal (STF), por meio do Recurso Extraordinário (RE) 1017365, julgado em setembro do ano passado. Na ocasião, os ministros derrubaram a tese, considerando-a inconstitucional.

 

Com o advento da Lei 14.701/2023, o STF foi novamente provocado a se manifestar sobre a constitucionalidade da matéria e decidiu pela criação de uma comissão especial que deverá apresentar possíveis soluções para o impasse jurídico. A CNM vai indicar um membro para compor a comissão, que vai se reunir pela primeira vez em 5 de agosto.

 

 

Até que o STF se manifeste de forma definitiva sobre o tema, o ministro Gilmar Mendes suspendeu os processos judiciais que tratam o Marco Temporal.

 

Levantamento técnico – Para subsidiar a CNM e comissão especial no STF com informações, a AMM vai elaborar um estudo sobre os impactos da demarcação das áreas produtivas nos municípios de Mato Grosso.

 

Produtores de Santa Cruz do Xingu, situado a 1.200 quilômetros de Cuiabá, também poderão ser afetados. A prefeita Joraildes Soares, que participou da reunião nesta quarta-feira, afirmou que mesmo não havendo índios em uma área de cerca de 200 mil hectares de lavoura, o espaço também poderá ser demarcado.

 

 

A preocupação se estende, ainda, a prefeitos e agricultores de Brasnorte, General Carneiro, Tesouro, Paranatinga, Colniza, Rondolândia, Novo São Joaquim, Primavera do Leste, entre outros municípios.





Fonte: Mídianews

Continue Reading

Política

Prefeito: vereadora faz denúncia “leviana” para “desestabilizar”

Published

on


O prefeito de Chapada dos Guimarães, Osmar Froner (MDB), afirmou nesta quarta-feira (22) que a vereadora Fabiana Nascimento (PSDB) busca desestabilizar a Prefeitura no período pré-eleitoral com “acusações levianas”.

 

Não tem [contratação de familiares]. Pode ter parente de segundo grau, que não é crime, mas vou verificar. Em um momento desse, é muito leviano [acusar]

Pela manhã, Fabiana, que é pré-candidata a prefeita da cidade, havia protocolado uma denúncia no Ministério Público Estadual (MPE) afirmando que a gestão municipal tem contratado parentes de vereadores.

 

A parlamentar disse que essa seria uma estratégia da Prefeitura para influenciar votações da Câmara Municipal, ou seja, uma espécie de “troca de favores”.

 

Froner negou as contratações e considerou que Fabiana quer polemizar com a gestão por conta da cassação de seu mandato, que foi revertida pela Justiça. 

 

“Há quanto tempo você escuta isso [acusações]. Não tem [contratação de familiares]. Pode ter parente de segundo grau, que não é crime, mas vou verificar. Em um momento desse, é muito leviano [acusar]”, disse Froner ao MidiaNews.

 

“Todos têm direito a espernear, ela quer desestabilizar. É uma manifestação de instabilidade… Teve uma questão séria dentro da composição partidária dela, porque houve desentendimento que levou ela à cassação”, acrescentou.

  

Ele completou que está evitando rebater Fabiana através da imprensa, pois aguardará as orientações do MPE.

  

“Estou como prefeito e não tenho como jogar na mídia uma coisa que vou responder pessoalmente. Estou respondendo aos que me ligam e explico. Não vou me preocupar em ficar retornando pela mídia, vou acatar ao Ministério Público e aí dou a resposta devida”, completou.

 

 





Fonte: Mídianews

Continue Reading

Política

MT é o 2º estado com mais pessoas trabalhando entre a população apta ao mercado de trabalho

Published

on


Mato Grosso é o segundo estado com a maior inserção econômica do país, ou seja, mais pessoas trabalhando entre a população economicamente ativa, de acordo com o Ranking de Competitividade dos Estados.

O levantamento, desenvolvido pelo Centro de Liderança Pública (CLP), tem como base os dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O dado aponta que 95,72% das pessoas aptas a trabalhar em Mato Grosso já estão inseridas no mercado de trabalho.

O governador Mauro Mendes atribuiu a boa colocação ao trabalho desenvolvido desde o início da gestão, em 2019.

“Mato Grosso conseguiu equilibrar a gestão fiscal, e isso possibilitou a criação de ações que geram uma quantidade significativa de empregos. O desenvolvimento do nosso estado também despertou o interesse de grandes indústrias a se instalarem por aqui, fortalecendo o nosso repertório de oportunidades tanto para os mato-grossenses como para quem vem de fora e se instala na região”, destacou o governador.

Mauro ainda lembrou que Mato Grosso é o estado com a menor taxa de desemprego do país, e se mantém como um gigante de oportunidades.

“Temos feito o maior investimento em obras e ações da história do Estado, e isso tem contribuído para empregar direta e indiretamente milhares de pessoas. São seis grandes hospitais sendo construídos, dezenas de novas escolas, quatro mil quilômetros de asfalto novo entregues até o fim do ano, entre outras ações que contribuem para o surgimento de mais oportunidades de trabalho”, afirmou.

Ainda segundo o governador, ações como a redução de impostos, incentivos fiscais e redução da burocracia também têm sido fundamentais para o bom desempenho.

“Hoje o empreendedor tem acesso a benefícios fiscais sem burocracia, de forma automática. As licenças são analisadas com muito mais rapidez e temos as menores alíquotas de impostos do país. Ou seja, criamos um ambiente jurídico e fiscal que atrai o investidor para Mato Grosso e, com isso, traz desenvolvimento e empregos”, completou.

Entenda o levantamento

O indicador de Inserção Econômica é uma variante que analisa os dados do IBGE e os classifica de acordo com a proporção de ocupados em relação à População Economicamente Ativa (PEA) de cada estado brasileiro que compõe o Ranking de Competitividade.

Através desse indicador e de outras métricas, o ranking proporciona uma visão mais abrangente das dinâmicas de trabalho em cada estado, fomentando boas práticas e uma competição saudável rumo a equidade e desenvolvimento sustentável de cada região.





Fonte: Mídianews

Continue Reading

As mais lidas da semana