ESPORTE

Atletismo: Thalita Simplício leva ouro no Mundial Paralímpíco em Paris

Published

on

A medalhista paralíimpica Thalita Simplício, de 25 anos, faturou o ouro nesta terça-feira no Mundial de Atletismo Paralímpico em Paris (França) nos 400 metros rasos da classe T11 (exclusiva para atletas com deficiências visuais), o segundo do Brasil na competição.  A corredora potiguar cruzou a linha de chegada em primeiro lugar, com o tempo de 56s60. A prata ficou com a namibiana Lahja Ishitile (57.18) e o bronze com a colombiana Angie Pabon 58s22. É o segundo ouro mundial na carreira da atleta: o primeiro foi na edição de 2019, em Dubai (Emirados Árabes Unidos).

Thalita pode subir ao pódio outras duas vezes esta semana. Ela volta à pista para a prova dos 100m raros, às 11h12 (horário de Brasília) desta quarta (12) e também competirá nos 200m às 9h50 de sábado (15).

Com o ouro conquistado hoje (11), o Brasil totalizou nove medalhas no Mundial: dois ouros, duas de prata e cinco bronzes. Na última Paralimpíada, em Tóquio (Japão), Thalita amealhou a medalha de prata nos 200m rasos, também na classe T11.

Cícero Nobre herda medalha de bronze

A terça-feira começou bem para o brasileiro Cícero Gomes. Ele faturou hoje a medalha de bronze no lançamento de dardo F57, após o ouro conquistado pelo iraniano Amanolah Papi na segunda-feira (10) ter sido invalidado. A marca de 50,09m obtida por Amanolah Papi foi revista após recurso impetrado pelos adversários. Eles alegaram que Papi não manteve o posicionamento correto no instante do lançamento do dardo F57 (atletas que competem em cadeira de rodas devido a lesões medulares, amputações ou sequelas de poliomielite).

Com a exclusão do primeiro colocado, Cícero Nobre, que havia inicialmente encerrado a disputa em quarto lugar (48,31m), ascendeu para terceiro lugar.  |Já o ouro foi para o turco Mummahet Khalvandi, que havia obtido a prata com 49,98m, e a prata ficou com o uzbeque Yorkinbek Odilov, 49,39m, que anteriormente era bronze.

“Fiquei até um pouco surpreso [de receber o aviso da medalha]. A sensação é de que o justo foi feito. O recurso tecnológico detectou depois da prova que o primeiro colocado queimou na prova. Estou bastante feliz, meu segundo Mundial na carreira. Só felicidade”, afirmou Cícero, em depoimento ao site do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

Via: Agência Brasil

Comentários

ESPORTE

Fluminense derrota Alianza Lima por 3 a 2 de virada na Libertadores

Published

on

O Fluminense encerrou a sua participação na primeira fase da Copa Libertadores da América com uma vitória de 3 a 2 sobre o Alianza Lima (Peru), na noite desta quarta-feira (29) no estádio do Maracanã. A Rádio Nacional transmitiu o confronto ao vivo.

Com os três pontos conquistados em casa, o Tricolor das Laranjeiras alcançou os 14 pontos no Grupo A, garantindo momentaneamente a segunda melhor campanha da primeira fase da competição continental, atrás apenas do Atlético-MG, que chegou aos 15 pontos no Grupo G.

Apesar de atuar como mandante, a equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz não teve facilidades diante de um Alianza Lima que ainda sonhava com a classificação para as oitavas de final. E a equipe peruana conseguiu abrir o marcador aos 6 minutos do primeiro tempo, com Arregui de cabeça após Lagos levantar a bola na área em cobrança de escanteio.

Em desvantagem no marcador o Fluminense passou a pressionar muito. Mas o atual campeão da Libertadores só conseguiu igualar após o intervalo, logo no primeiro minuto da etapa final, quando Keno aproveitou rebote dado pelo goleiro Saravia para finalizar de cabeça.

Porém, dois minutos depois o time peruano voltou a ficar em vantagem graças a gol de voleio de Serna. Mas aos seis minutos Marcelo tabelou com John Kennedy e com Cano antes de acertar uma pancada para marcar um golaço que igualou o placar novamente. O empate permaneceu até os 35 minutos, quando Arias tocou para John Kennedy, que bateu cruzado para dar números finais ao placar.

São Paulo líder

Outra equipe brasileira que avançou como líder foi o São Paulo, que bateu o Talleres (Agentina) por 2 a 0 com gols de Lucas Moura, em cobrança de pênalti, e de Luciano. A vitória deixou a equipe do Morumbi com 13 pontos, na liderança do Grupo B. Já a equipe argentina avançou para as oitavas na segunda posição com a mesma pontuação, mas com um saldo de gols pior.

Grêmio vence

Já o Grêmio contou com gols de João Pedro, Soteldo, Gustavo Nunes e Everton Galdino para golear o The Strongest (Bolívia) por 4 a 0, no estádio Couto Pereira, em Curitiba. Com esta vitória a equipe brasileira permanece com chances de encerrar a primeira etapa da Libertadores na liderança do Grupo C.

O Grêmio ocupa a 3ª posição da classificação com seis pontos, mas ainda disputará mais duas partidas pela fase de grupos, que foram adiadas por causa das fortes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul. A liderança da chave é justamente do The Strongest, que não atua mais pela etapa inicial da Libertadores. A equipe comandada pelo técnico Renato Gaúcho ainda medirá forças com o Huachipato (Chile) e com o Estudiantes (Argentina).

Via: Agência Brasil

Comentários
Continue Reading

ESPORTE

Paris 2024: surfistas brasileiros conhecem adversários na 1ª rodada

Published

on

Os seis surfistas brasileiros com presença garantida na Olimpíada de Paris conheceram nesta quarta-feira (29) seus primeiros adversários na competição. As disputas ocorrerão entre 27 de julho e 5 de agosto, nas praias de Teahupo’o (Taiti), banhadas pelo Oceano Pacífico.

De acordo com Associação Internacional de Surfe (ISA, na sigla em inglês), 24 atletas de cada gênero serão divididos em oito baterias, cada uma com três atletas. O melhor em cada bateria avançará direto às oitavas de final, e os dois surfistas restantes disputarão uma segunda rodada (similar a repescagem).

Na disputa masculina, o bicampeão mundial Filipe Toledo, o Filipinho, disputara a bateria três, junto com o japonês Kanoa Igarashi, vice-campeão olímpico em Tóquio, e também o peruano Alonso Correa.  Na bateria seguinte, o tricampeão Gabriel Medina medirá forças com o australiano Connor O’Leary e salvadorenho Bryan Perez.  Já João Chianca, o Chumbinho, estreará na bateria cinco, junto com o marroquino Ramzi Boukhiam e o neozelandês Billy Stairmand.

Na competição feminina, o Brasil terá duas representantes na bateria seis – Tainá Hinckel e Luana Silva – junto com a alemã Camila Kemp. Antes, Tatiana Weston-Webb estreará na bateira quatro, que tem a australiana Molly Piklum e a norte-americana Caitlin Simmers.

Após a conquista do ouro olímpico pelo potiguar Ítalo Ferreira na estreia do surfe nos Jogos de Tóquio, o Brasil chegará com força total em Paris, com o número máximo de representantes (três por gênero).. 

Via: Agência Brasil

Comentários
Continue Reading

ESPORTE

Fluminense recebe Alianza Lima no Maracanã pela Copa Libertadores

Published

on

Já classificado para as oitavas de final da Copa Libertadores como líder do Grupo A, o Fluminense recebe o Alianza Lima (Peru), a partir das 21h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira (29) no estádio do Maracanã, para tentar encerrar a primeira fase da competição na melhor posição possível na classificação geral. A Rádio Nacional transmite ao vivo.

A equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz ocupa a primeira opção de sua chave com 11 pontos conquistados. Cerro Porteño (Paraguai) e Colo-Colo (Chile) aparecem na vice-liderança, com apenas cinco pontos, enquanto o time peruano é o lanterna com quatro pontos.

Para a partida a equipe das Laranjeiras conta com retornos importantes. O lateral Samuel Xavier, os zagueiros Manoel e Marlon e os atacantes Marquinhos e Douglas Costa se recuperaram de problemas médicos e podem aparecer na equipe titular.

Considerando estes retornos e as últimas escalações do Fluminense, o técnico Fernando Diniz tende a optar pela seguinte escalação: Fábio; Guga (Marquinhos), Felipe Melo, Martinelli e Marcelo; Alexsander, Lima e Ganso; Arias, Keno (Marquinhos) e Cano.

A equipe das Laranjeiras chega motivada ao confronto, pois vem de duas vitórias consecutivas, de 2 a 0 sobre o Sampaio Corrêa (pela Copa do Brasil) e de 2 a 1 sobre o Cerro Porteño (pela Libertadores).

Já o Alianza Lima tem a obrigação de vencer para continuar lutando pela classificação. Porém, a equipe peruana chega após um resultado negativo pelo Campeonato Peruano, um revés de 3 a 0 para o Cusco.

Transmissão da Rádio Nacional

A Rádio Nacional transmite Fluminense e Allianza Lima com a narração de André Marques, comentários de Waldir Luiz, reportagem de Rodrigo Ricardo e plantão de Bruno Mendes. Você acompanha o Show de Bola Nacional aqui:

Via: Agência Brasil

Comentários
Continue Reading
Advertisement
Advertisement

SAÚDE

POLÍCIA

Advertisement

POLÍTICA

CIDADES

Advertisement

EDUCAÇÃO

ESPORTES

Advertisement

MATO GROSSO

ECONOMIA

Advertisement

GERAL

As mais quente