POLÍTICA

TCE forma comissão para Cuiabá quitar dívidas com empresas e servidores na Saúde

Published

on

TCE e Emanuel

 

A mesa técnica para viabilizar o pagamento de dívidas da Prefeitura de Cuiabá e garantir o atendimento dos cidadãos junto à Empresa Cuiabana de Saúde, que reúne o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) e o Hospital São Benedito, será realizada às 10h da próxima quarta-feira (10), no Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT). Instalada com urgência, a mesa vai apresentar solução para quitação dos débitos da Prefeitura com a empresa e de insalubridade dos servidores.

A decisão foi anunciada na manhã desta terça-feira (02), durante reunião entre o conselheiro-presidente, Sérgio Ricardo, o relator das contas anuais de Cuiabá, conselheiro José Carlos Novelli, o presidente da Comissão Permanente de Saúde, Previdência e Assistência Social, conselheiro Guilherme Antonio Maluf, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, e o promotor de Justiça Milton Silveira, da 7ª Promotoria de Justiça Cível de Tutela Coletiva da Saúde de Cuiabá. 

O presidente do TCE-MT informou que, nas últimas semanas, os conselheiros têm recebido médicos, prestadores de serviço das áreas de ortopedia, neurologia e anestesia, que apresentam uma situação delicada em relação a falta de pagamentos que pode agravar ainda mais a crise na saúde, com paralização de cirurgias e atendimentos em Cuiabá. 

“Há um clima de tensão, ameaças de greves, paralização nos atendimentos. Então, hoje estamos dando mais um passo importante em busca de soluções para o fim dessa crise na saúde da nossa Capital. Vamos instaurar a mesa técnica com foco na resolução dos problemas no HMC e no São Benedito, que concentram quase 100% das demandas de média e alta complexidade do estado, e na regularização da insalubridade dos servidores. Vamos colocar na mesma mesa a Prefeitura de Cuiabá, o Governo do Estado, o Ministério Público e todos os atores para buscar uma solução definitiva”, pontuou Sérgio Ricardo. 

O prefeito Emanuel Pinheiro agradeceu e parabenizou os conselheiros pela iniciativa de buscar soluções consensuais para Cuiabá. “Parabenizar e agradecer ao Tribunal pela iniciativa, pela seriedade e o compromisso social com que conduz situações como essa, que vão desaguar numa mesa técnica para que os problemas sejam resolvidos de forma consensual”, destacou. O gestor da Capital afirmou que todo o passivo da saúde está sendo levantado e será apresentado durante a mesa técnica na próxima semana. 

Relator das contas da Capital, Novelli salientou que o intuito do Tribunal de Contas é solucionar a questão da alta complexidade do estado e asseverou que não existe possibilidade de nova intervenção na Saúde. “A mesa é o caminho para tomar todas as decisões para que não haja uma paralisação nos atendimentos, que não são só de Cuiabá, mas de 60% a 70% do estado. Vamos chamar a Saúde estadual para participar e ver de que forma pode contribuir. Por meio de uma comunicação dialógica, vamos achar um caminho para sociedade continuar contando com os serviços do HMC e do São Benedito.” 

Já o promotor de Justiça Milton Silveira defendeu a repactuação da Programação Pactuada Integrada (PPI) para que Cuiabá receba mais recursos do Ministério da Saúde (MS). “A questão de fundo é a repactuação do financiamento do SUS de Mato Grosso. Já foi identificado que vários municípios recebem valores do MS por serviços que são executados por Cuiabá. Esse déficit precisa ser repactuado por meio da PPI, para que a Capital receba esses recursos, pois é ela que de fato coloca a mão no bolso. Então, vamos fazer essa mesa e buscar soluções não só de curto, mas de longo prazo, para manter a saúde financeira, principalmente de Cuiabá, que é a grande mãe da saúde pública do estado.”

No mesmo sentido, o conselheiro Guilherme Antonio Maluf defendeu a atualização da PPI como caminho para buscar mais recursos para a saúde cuiabana. “A PPI está desatualizada há pelo menos 11 anos. Ao longo desse tempo o estado cresceu, as demandas cresceram, as desigualdades cresceram e isso traz um déficit, sobretudo para Cuiabá e Várzea Grande. Precisamos de forma urgente revisar para que possamos colocar pelo menos R$ 50 milhões ano para Cuiabá”, enfatizou.

Fonte: Folhamax

Comentários

POLÍTICA

Imagens Exclusivas: Site Rufano Bombo News Obtém Vídeo do Acidente com o Secretário Luluca Ribeiro e Jajá Neves

Published

on

Acidente na MT-010

Redação do rufandobombonews 

Imagens obtidas com exclusividade pelo site Rufano Bombo News revelam o momento chocante da colisão entre duas caminhonetes no condomínio Vivendas, localizado na MT-010, a estrada que conecta Cuiabá ao distrito da Guia. O acidente envolveu o secretário de agricultura familiar Luluca Ribeiro, o ex-deputado Jajá Neves e o locutor Arizona.O vídeo do circuito interno capturou o momento exato da colisão, fornecendo um vislumbre impressionante do incidente. As imagens serão cruciais para a investigação em curso sobre as circunstâncias do acidente.Tanto o secretário Luluca Ribeiro, quanto o ex-deputado Jajá Neves e o locutor Arizona sofreram fraturas e foram levados para unidades de saúde em Cuiabá.

O secretário de Estado de Agricultura Familiar (Seaf) Luluca Ribeiro e o ex-deputado estadual Jajah Neves divulgaram nesta quinta-feira (11) vídeos em seus perfis no Instagram para atualizar seguidores e amigos sobre o estado de saúde após acidente de carro ocorrido na terça-feira (9).

 

Fonte: Rufando o Bombo

Comentários
Continue Reading

POLÍTICA

Lúdio critica pré-candidatos e lembra que eleição é maratona

Published

on

ludio-petezada

 

Deputado estadual Lúdio Cabral (PT) criticou os pré-candidatos à Prefeitura de Cuiabá que já têm se mobilizado neste momento em busca do cargo. O petista, que já disputou as eleições majoritárias na Capital do estado duas vezes, afirmou que eleição é “maratona” e “às vezes quem está acelerado hoje, não tem fôlego para chegar à campanha em condições”. 

Lúdio já foi oficializado como candidato do PT ao cargo de prefeito de Cuiabá. No entanto, como o Partido dos Trabalhadores faz parte de uma federação com o PC do B e com o PV, os 3 partidos devem definir um nome para a disputa. O vice-prefeito José Roberto Stopa é outro que busca ser o escolhido da federação. 

“A direção dos três partidos tem se reunido com frequência, com regularidade e tem uma posição amadurecida, de tomar a decisão por consenso. Isso vai acontecer no tempo certo. O ideal seria que nós já tivéssemos tomado esta decisão. Não tomamos, paciência, vamos continuar conversando para dar conta dessa tarefa”, disse Lúdio em entrevista na manhã de quarta-feira (10). 

O deputado, entretanto, afirmou que não é preciso ter pressa, que por experiência própria sabe que eleição a cargo majoritário é “uma maratona” e ter pressa para entrar na disputa pode acabar não sendo a melhor opção. 

“Eleição majoritária é uma maratona, não é uma corrida de 100 metros, às vezes quem está acelerado hoje, não tem fôlego para chegar à campanha em condições de disputa e em condições de vitória. Por isso a minha tranquilidade, tudo no tempo certo. É melhor que a gente espere um pouco mais para ter uma decisão madura, de consenso, de união na federação do que insistir em uma decisão antes que ela esteja amadurecida. […] Então assim como você só chupa uma manga depois que ela está madura, não adianta insistir em comer uma fruta verde entendeu?”, disse. 

Ele também reconheceu os esforços de Stopa, em defender seu nome para a disputa, mas reforçou que o candidato será escolhido em unidade entre os 3 partidos da federação.

Fonte: Folhamax

Comentários
Continue Reading

POLÍTICA

Diretor jurídico que representava X no Brasil renuncia ao cargo

Published

on

O advogado Diego de Lima Gualda, diretor Jurídico do X (antigo Twitter), renunciou ao cargo nesta semana, segundo carta enviada à Junta Comercial de São Paulo (Jucesp), na última segunda-feira (8). Na Junta Comercial, seu cargo constava como administrador e representante da plataforma.

Em seu perfil em outra plataforma digital, o LinkedIn, Gualda informa que foi diretor jurídico da empresa responsável pela rede social X no país de junho de 2021 a abril deste ano, mês em que declara ter encerrado seu vínculo com a função.

A carta de renúncia de Gualda foi enviada à Junta Comercial no dia seguinte à decisão, do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, de incluir o empresário Elon Musk, dono da X, entre os investigados do inquérito das Milícias Digitais (Inq. 4874).

Musk foi incluído no inquérito para que seja investigada a conduta de “dolosa [intencional] instrumentalização criminosa da rede social X”.

O ministro também determinou a instauração de um “inquérito por prevenção” para apurar as condutas de Musk, já que o empresário afirmou recentemente que liberaria contas de usuários da X suspensas por decisões judiciais brasileiras – conduta que, em sua decisão, Moraes tipifica como possíveis casos de obstrução da Justiça e incitação ao crime.

Outra decisão do ministro do STF negou pedido da rede social de isentar sua representação brasileira de ser afetada por decisões judiciais tomadas no Brasil. A empresa queria que somente a sede internacional respondesse em possíveis processos. 

Via: Agência Brasil

Comentários
Continue Reading
Advertisement
Advertisement

SAÚDE

POLÍCIA

Advertisement

POLÍTICA

CIDADES

Advertisement

EDUCAÇÃO

ESPORTES

Advertisement

MATO GROSSO

ECONOMIA

Advertisement

GERAL

As mais quente