CIDADES

Idosos do Serviço de Convivência realizam atividades para exercitar o cérebro e ativar a memória

Published

on

Assim como é importante a prática de esporte, na terceira idade, exercitar o cérebro também é necessário, pois auxilia as conexões entre os neurônios e ativa a memória. Os prejuízos funcionais decorrentes da idade avançada, pode acarretar nessa faixa etária a perda da autoestima, isolamento social e familiar e desencadear até o surgimento de doenças, como ansiedade e depressão.

Para ativar a memória e outros sentidos, idosos que participam dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos estão sendo estimulados a realizar trabalhos manuais. No polo do Cristo Rei, está sendo realizado a oficina de bijuterias, no Mapim oficinas de bonecas de fuxico, no polo Figueirinha confecção de brinquedo sensorial, e no Serra dourada os idosos fizeram artesanatos, porta treco a partir de latas que seriam descartadas no meio ambiente.

A coordenadora da Proteção Especial Básica, Bernadete Miranda, destaca que no município, o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, vem buscando trabalhar com esse grupo não apenas o fortalecimento de vínculos familiar e comunitário, mas também atividades que auxiliem na coordenação motora, raciocínio, saúde e bem estar.

“Os encontros acontecem duas vezes por semana, onde os grupos se dedicam a várias atividades. As orientadoras sociais propõem as tarefas de acordo com a disposição dos idosos, e a partir daí eles trabalham os projetos de forma coletiva”, destacou.

A orientadora social Nelita Forte de Oliveira, explica que a proposta é fazer com que o grupo busque oportunidades de novas experiências, seja com jogos, receitas de bolos, caminhadas e porque não se aventurar também na arte de criar produtos que possam ser presenteados ou comercializados.

Nelita é orientadora do grupo de idosos do polo Cristo Rei e está trabalhando na montagem de bijuterias. “Eles estão fazendo pulseira e colares. “Quem não gosta de receber presentes. Um colar feito a mão é sempre uma boa opção. Eles não só aprovaram a iniciativa, como criaram suas próprias peças”.

A secretária de Assistência Social, Ana Cristina Vieira, disse que a troca de experiências entre os participantes e valorização da vida coletiva é uma missão do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. “Nós não só apoiamos como fazemos questão de aplicar todas as políticas públicas voltadas ao grupo da terceira idade, incentivando a interação e contribuindo para o bem estar físico e mental dos idosos”.

Ana Cristina lembrou que ao longo do ano os grupos de idosos participam de atividades físicas, artísticas, culturais, além de celebração de eventos temáticos. “O mês de junho por exemplo, é celebrado em todos os polos e os idosos participam ativamente, com dança, música e muita diversão. Nessas festividades eles se envolvem e interagem entre os grupos de outros pólos, numa atmosfera de prazer e bem estar”.

Quanto às oficinas de bijuterias e produtos artesanais, a secretária destaca que essas iniciativas são importantes para todas as idades, em especial, dos idosos. “Quando não estimulado o cérebro acaba perdendo a capacidade de funções, a pessoa tem maior probabilidade para se esquecer de nomes, números e de fatos que marcaram sua vida, e muitos acabam perdendo agilidade em atividades corriqueiras. Por isso a necessidade de manter o cérebro sempre ativo”.

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande – MT

Via: Agência Brasil

Comentários

CIDADES

Prefeitura inicia construção de 50 casas populares

Published

on

A prefeita Janailza Taveira assinou na manhã desta segunda-feira (17/06), ordem de serviço para a construção de 50 casas populares do Programa Ser Família Habitação no Jardim Zumbi, Vila Santo Antônio. A construção das casas é uma parceria do governo do estado de Mato Grosso e a Prefeitura de São Félix do Araguaia. A ordem de serviço foi assinada pela prefeita na presença de secretários da prefeitura,  populares e representantes da empresa que irá construir as casas.

A Secretaria Municipal de Assistência Social realizou de forma minuciosa e responsável todo processo de cadastro, triagem, diagnóstico socioeconômico e demais serviços previstos nas instruções normativas, protocolo de intenções e na adesão ao Programa Ser Família Habitação.

A prefeita Dra. Janailza Taveira agradeceu ao governador Mauro Mendes e à primeira-dama do Estado, Virgínia Mendes, pelo apoio e empenho na realização desse grande projeto habitacional.

Janailza comemorou o início das obras “Esse projeto é muito especial, vai proporcionar mais dignidade a diversas famílias em situação vulnerável socialmente e fomentar o desenvolvimento da cidade, no segmento da construção civil “, comemorou a gestora.   

A construção das casas tem previsão de término em seis meses. O SER Família Habitação foi idealizado pela primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes, e é realizado pelas secretarias de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT) e de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT).

Fonte: AMM

Comentários
Continue Reading

CIDADES

Fanfarra municipal representa Vera do Banfest em Itanhangá

Published

on

A cidade de Itanhangá, no Médio Norte de Mato Grosso, realizou no final de semana, a 5ª edição do Festival de Bandas e Fanfarras – Banfest.

Evento tradicional na região reuniu vários municípios participantes com suas corporações musicais. Vera esteve representada pela Fanfarra Municipal Mestre Toninho, coordenada pelo Secretário de Cultura e Esportes, Domingos Sávio e equipe.

Nossos agradecimentos ao prefeito de Itanhangá, Edu Pascoski, ao vice Emerson Sabatine, a Secretária de Cultura e Educação Suzana Bêss, Rachel de Queiroz, coordenadora de Cultura e a Maestrina Maria de Lourdes pelo convite ao município de Vera.

 

Fonte: Prefeitura de Vera

Comentários
Continue Reading

CIDADES

Crianças do município foram imunizadas contra a Poliomelite

Published

on

Iniciada no último dia 27 de maio, a Campanha de Vacinação contra paralisia infantil foi encerrada oficialmente no dia 14 de junho. Conforme dados preliminares da Secretaria Municipal de Saúde, em Campo Verde o índice de imunização alcançado foi de 72,4%, o que corresponde a 2.117 doses aplicadas.

Campo Verde teve o público alvo a ser imunizado atualizado pelo Ministério da Saúde. Inicialmente, o número era de 3.663 crianças. Com a atualização ficou em 2.924. A imunização era para crianças com idade até 5 anos.

Como forma de ampliar a cobertura vacinal, a Secretaria Municipal de Saúde de Campo Verde instalou um ponto de imunização no último sábado à tarde em frete ao Parque das Araras, onde foi realizado o 3º Arraiá de Campo Verde.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, 120 crianças foram imunizadas contra a paralisia infantil durante a ação. Também foi avaliado um grande número de cartões vacinais e a maioria estava em dia.

A partir de agora, a vacina continuará sendo distribuída nas unidades de saúde, porém, dentro do calendário de rotina.

Fonte: AMM

Comentários
Continue Reading
Advertisement
Advertisement

SAÚDE

POLÍCIA

Advertisement

POLÍTICA

CIDADES

Advertisement

EDUCAÇÃO

ESPORTES

Advertisement

MATO GROSSO

ECONOMIA

Advertisement

GERAL

As mais quente