Curtinhas

Onze partidos aderem a pré-campanha de Kalil em Várzea Grande

Published

on


Ao menos 11 partidos declararam apoio à pré-candidatura à reeleição do prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat (MDB). Pedro Paulo Tolares, conhecido como “Pedrinho”, será o vice-prefeito na disputa de 2024. A adesão dos partidos, anunciada durante evento no Hotel Hits, reflete a força política de Kalil.

Estiveram presentes os presidentes dos partidos Agir, Cidadania, MDB, Novo, PDT, PP, PRD, PSB, PSDB, Republicanos e União Brasil, além do deputado estadual Júlio Campos e outras lideranças. Dito Loro, presidente municipal do PSDB, que representou todos os presidentes dos partidos, reiterou a lealdade ao projeto político em prol da população de Várzea Grande.

Kalil destacou as melhorias na cidade, como as Estações de Tratamento de Água, asfaltamento, a primeira maternidade pública municipal do Estado, novas unidades de saúde e escolas públicas, e o passe livre aos estudantes. O pré-candidato a vice-prefeito, vereador Pedrinho, enfatizou a importância da união entre os partidos e a responsabilidade de continuar servindo a cidade.

O deputado federal Coronel Assis e o senador Jayme Campos ressaltaram a coesão política e o desenvolvimento de Várzea Grande como resultado da administração de Kalil e a importância da continuidade desse trabalho.





Curtinhas

Neri Geller rejeita retornar ao Ministério da Agricultura de Fávaro

Published

on


Neri Geller (PP), ex-secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, afirmou que não retornará ao ministério enquanto Carlos Fávaro (PSD) for o ministro. Em entrevista à rádio Jovem Pan Cuiabá nesta quarta-feira (10), Geller declarou que Fávaro “não conta mais com ele”.

A declaração veio após Fávaro sugerir que Geller poderia retornar ao governo após a conclusão das investigações sobre o leilão de 300 mil toneladas de arroz, que foi anulado por suspeitas de irregularidades. Geller foi demitido após o episódio e afirmou que, embora Fávaro não tenha agido de má-fé, não foi correto com ele. Geller explicou que o leilão não estava sob sua responsabilidade e que forneceu apenas os dados necessários.

Apesar de ter recebido convites para retornar ao governo, Geller prefere, por ora, focar em seus negócios pessoais, mas não descarta uma possível volta em outra pasta. O rompimento entre Geller e Fávaro ficou evidente, com Geller decidindo não participar das articulações para as eleições municipais no Estado, incluindo em Lucas do Rio Verde, domicílio eleitoral de ambos. Geller foi demitido após suspeitas de irregularidades no leilão de arroz, envolvendo uma empresa comandada por seu ex-assessor parlamentar e sócio de seu filho.





Continue Reading

Curtinhas

Stopa quer liberar Partido Verde para apoios durante eleição

Published

on


O presidente estadual do Partido Verde (PV) e vice-prefeito de Cuiabá, Roberto Stopa, sinalizou a possibilidade de liberar os vereadores do PV para apoiarem qualquer candidato à prefeitura da capital, refletindo a insatisfação com a falta de diálogo por parte do PT, especialmente do pré-candidato Lúdio Cabral. Apesar das tentativas de manter a unidade dentro da Federação Brasil da Esperança, que inclui PV, PT e PCdoB, a falta de consenso e a evidente desconexão entre os partidos minam a coesão e comprometem a eficácia da aliança. A inércia nas negociações e a falta de liderança forte para unificar as diretrizes políticas evidenciam um panorama de fragmentação e desorganização, que pode prejudicar significativamente o desempenho eleitoral e a credibilidade dos envolvidos.





Continue Reading

Curtinhas

Max Russi vê disputa por 1ª secretaria da AL com preocupação

Published

on


Max Russi (PSB), com o apoio dos 24 parlamentares para ser o próximo presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), expressou preocupação sobre a intensa disputa entre a deputada Janaina Riva (MDB) e o Palácio Paiaguás pelo comando da primeira-secretaria do parlamento estadual. O governo de Mauro Mendes (União) se opõe à candidatura de Janaina, lançando Beto 2 a 1 (União) como concorrente.

Russi, junto com o atual presidente Eduardo Botelho (União), decidiu manter-se neutro, embora reconheça a forte articulação de Janaina. Nos bastidores, há pressão do governo para que os deputados retirem o apoio à deputada e escolham Beto ou outro candidato.

O pano de fundo é a disputa pelo Senado em 2026, onde Janaina e o governador Mendes têm interesse. Reuniões entre parlamentares estão ocorrendo para discutir a pressão do governo e os próximos passos para evitar uma crise interna na Assembleia.





Continue Reading

As mais lidas da semana