Cidades

Prefeito lista ações ligadas à habitação

Published

on


Líder do Executivo reitera a necessidade de a população não cair em “fake news”

A Prefeitura aguarda para os próximos dias, o resultado da avaliação, pela Caixa Econômica Federal, dos projetos dos conjuntos habitacionais que vão abrigar os 1.040 apartamentos que serão erguidos em Sorriso por meio da parceria entre Prefeitura, Governo do Estado e apoio da União.

“Estávamos dependendo de uma questão legal ligada à área do Vila Bela, que já foi devidamente sanada e agora, a Caixa dispõe de toda a documentação para seguir com a análise dos projetos”, explica o prefeito Ari Lafiin, reiterando a transparência ao longo de todo o processo.

“Estamos em um período conturbado, mas clamo às pessoas que não acreditem em fake News e busquem fontes confiáveis para sanar suas dúvidas, como o site da Prefeitura de Sorriso e também o Disk Habitação”, completa.

O Disk Habitação pode ser acionado pelo 66 3907 8055, tanto para ligações quanto para a troca de mensagens pelo Whats App.

Sobre os 1.040 apartamentos em parceria com o Governo do Estado

Os apartamentos, que serão financiados via Caixa Econômica Federal, serão erguidos em três pontos de Sorriso, para famílias integrantes das Faixa 1 (renda bruta familiar de até R$ 2.640,00), Faixa 2 (de R$ 2.640,00 a R$ 4.400,00), e Faixa 3 (R$ 4.400 a R$ 8 mil). Com destinação de áreas pelo Município, o Governo do Estado vai subsidiar até R$ 20 mil por unidade e o Governo Federal até R$ 55 mil para facilitar o processo de financiamento dos imóveis junto à Caixa Econômica Federal.

Os condomínios, que contarão com guarita e área de lazer, serão distribuídos no Residencial Vila Bela (240 apartamentos), Topázio (160), Verdes Campos (dois condomínios com 320 apartamentos cada). Cada apartamento será composto por sala, dois quartos, cozinha, banheiro social e área de serviço, com área construída mínima de 45 m².

Além da questão documental, há ainda uma disputa judicial no processo de seleção das empresas que participaram do Chamamento Público 001/2023, cujo objeto era, justamente, projetar e construir os apartamentos.

50 casas para famílias em situação de vulnerabilidade

Em outra frente, mas igualmente em parceria com o Governo do Estado, via programa estadual SER Família Habitação, devem ser erguidas 50 casas para famílias em situação de extrema vulnerabilidade social.

Em Sorriso, as casas serão erguidas em uma área próxima ao Bairro União e serão destinadas a famílias de baixa renda. A finalização dos trâmites ligados à destinação desta área também demandou tempo extra, mas a expectativa é que as obras comecem já nos próximos meses.

Pelas regras do programa, a renda mensal não poder ser superior a R$ 218,00 per capita, ou seja, uma família de cinco pessoas, não pode ter uma renda maior que R$ 1.090,00 por mês. Dentro deste universo, terão preferência as famílias com menor renda.

Por meio do trabalho da secretária de Assistência Social, Jucélia Ferro, via Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social do Estado de Mato Grosso (Coegemas-MT), foi conquistada, junto ao Governo do Estado, a redução do critério de renda mensal para participar do programa, que antes era de R$ 100,00, passou para R$ 218,00 per capita.

Iniciativa privada

Em mais uma frente de trabalho para viabilizar o sonho da casa própria aos sorrisenses, o Município, junto à Câmara, está trabalhando no processo de alteração do zoneamento de uma área próxima ao Bairro Novo Horizonte.

O local deve abrigar cerca de 2 mil residências, que serão erguidas por uma construtora privada e destinadas à venda por meio de financiamento. De acordo com os empresários, o valor final de cada imóvel gira em torno de R$ 190 mil, com parcelas na casa dos R$ 750. Ao todo, o investimento do grupo deve beirar R$ 400 milhões.

Área para o Minha Casa, Minha Vida

Por uma questão legal, especialmente sensível neste período eleitoral, foi necessário revogar a lei que permitia ao Município a compra de uma área próxima ao Residencial Mário Raiter. A área, no entanto, segue à disposição para que o próximo gestor possa efetuar a aquisição.

A área, no entanto, não garante a viabilização de um projeto habitacional via Minha Casa, Minha Vida. “É uma negociação que precisa continuar a ser feita junto ao Governo Federal, com apoio de nossos legisladores, em especial nossos deputados”, reitera o prefeito Ari Lafin, destacando que a solicitação de casas populares para Sorriso foi feita em diversas ocasiões junto ao Executivo Federal.

Confira

https://site.sorriso.mt.gov.br/noticia/construtora-demonstra-interesse-em-investir-r-400-milhoes-para-construir-casas-populares-em-sorriso-65e9e5f3941c6

https://site.sorriso.mt.gov.br/noticia/projetos-dos-apartamentos-ja-estao-em-analise-na-caixa-economica-65b2939a428d0

https://site.sorriso.mt.gov.br/noticia/assinatura-da-ordem-de-servicos-para-os-mil-apartamentos-sera-no-inicio-de-2024-6578d60a4a934

https://site.sorriso.mt.gov.br/noticia/executivo-segue-com-tramite-para-viabilizar-construcao-de-mil-apartamentos-em-sorriso-63eccf363f3fe

https://site.sorriso.mt.gov.br/noticia/sorriso-firma-convenio-com-o-estado-para-erguer-50-casas-populares-652fc15e294e6





Cidades

Profissionalização e crescimento do setor vinícola em MT; oportunidade profissional

Published

on


O curso de sommelier oferecido pela ABS Mato Grosso tem se destacado pela sua excelência na formação de profissionais no setor vinícola. A associação tem desempenhado um papel fundamental na promoção e valorização do mundo dos vinhos em Mato Grosso, proporcionando facilidades significativas para os estudantes, além de contribuir para o crescimento do consumo da bebida no estado.

 

A Presidente da ABS-MT, Alessandra Nery, destaca que estudar na ABS é sinônimo de acesso a um ensino de alta qualidade, com instrutores experientes e uma estrutura moderna que permite aos alunos um aprendizado completo e prático. Além disso, a localização estratégica em Cuiabá oferece um ambiente propício para o desenvolvimento de habilidades, com diversas oportunidades de networking e contato com profissionais renomados da área.

Nery destaca que o crescimento do consumo de vinho em todo estado brasileiro vem desde  a Pandemia de COVID-19 teve um impacto significativo no mercado de vinhos no Brasil. “Em 2020, a venda de vinhos atingiu níveis históricos”, destaca a sommelier.

 

As políticas de isolamento social contribuíram para impulsionar os negócios, com dados da Ideal Consulting mostrando que a comercialização mensal da bebida em julho daquele ano alcançou 63,4 milhões de litros, três vezes mais que em março, quando foram vendidos 21,3 milhões de litros. De janeiro a agosto de 2020, foram comercializados 313,3 milhões de litros, um aumento de 37% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Embora tenha havido uma retração pós-pandemia, interpretada como uma normalização do consumo com maior presença em bares e restaurantes, o número de consumidores regulares de vinho cresceu significativamente. Em 2021, o Brasil registrou uma base de 51 milhões de consumidores regulares de vinho, um aumento de 12 milhões em relação ao ano anterior, representando 36% da população adulta brasileira, segundo o relatório Brazil Wine Landscapes 2022 da Wine Intelligence.

A Diretora de Cursos da ABS, diz que a  formação na ABS Mato Grosso abre diversas portas no mercado de trabalho. “Com o crescimento do consumo de vinho e a expansão do setor, a demanda por profissionais qualificados, como sommeliers, tem aumentado. Os alunos do curso de sommelier têm a oportunidade de ingressar em um mercado em expansão, atuando em restaurantes, hotéis, importadoras de vinhos, lojas especializadas, e até mesmo como consultores independentes”. Frisa.

Já no ramo de vinícolas, Mato Grosso também vem se destacando, com vinícolas em Chapada, Sinop e —Para o ano de 2025, espera-se que o mercado vinícola no Brasil continue a se ajustar.

A vice-presidente da ABS-MT, Jane Nezzi, se formou na primeira turma, em 2023, e já vem desenvolvendo trabalhos na capital Cuiabá, ela destaca que a  normalização do consumo e a adaptação das empresas às novas realidades econômicas e sociais devem moldar o futuro do setor. “Com uma base sólida de consumidores regulares e a profissionalização crescente promovida por instituições como a ABS Mato Grosso, o cenário vinícola brasileiro tende a se fortalecer e diversificar ainda mais”, pontua a sommelier.

ABS Mato Grosso não apenas oferece uma formação de excelência, mas também contribui significativamente para o desenvolvimento do mercado de vinhos no Brasil. A profissionalização dos sommeliers é uma peça-chave para sustentar o crescimento e a qualidade do consumo de vinho, trazendo benefícios para todo o setor e para os apreciadores da bebida.
Entretanto Nery  destaca que a segunda turma está em andamento: “são 7 meses de formação, com aulas  um fim de semana por mês. Os professores são da ABS-SP e tem nome reconhecido mundialmente no mundo dos vinhos”, frisou.

 

Conforme a direção da ABS-MT, o objetivo é fazer um curso de profissionalização por, e a turma de 2025 já está com inscrições abertas, basta acessar o Instagram da ABS-MT.





Continue Reading

Cidades

Processo Seletivo da UAB para cursos de especialização é prorrogado

Published

on


A coordenação geral da Universidade Aberta do Brasil (UAB) informa que foram prorrogadas as inscrições para o Processo Seletivo específico, voltado para dois cursos de especialização, sendo o de novas tecnologias e linguagens no ensino de língua e literatura e o de ensino de matemática.

As inscrições devem ser feitas até o dia 21 de junho pelo seguinte endereço eletrônico:https://ufr.edu.br/cev/edital-protic-reitoria-reitoria-ufr-n-10-de-03-de-maio-de-2024/

De acordo com o 3° Edital de Retificação ao Edital Protic – Reitoria/Reitoria/UFR N° 10, de 03 de maio de 2024, o Processo Seletivo Específico refere-se ao preenchimento de vagas destinadas exclusivamente a candidatos portadores de diploma de graduação em Língua Portuguesa e ou Língua Estrangeira Moderna e para portadores de diploma de Matemática.

A especialização tem como foco a formação de agentes públicos para atuar como professores, assessores e técnicos educacionais do Estado de Mato Grosso.

A taxa de inscrição será de R$ 80,00, sendo emitida no ato de preenchimento do formulário no endereço eletrônico https://ufr.edu.br/cev/edital-protic-reitoria-reitoria-ufr-n-10-de-03-de-maio-de-2024/. Para este Processo Seletivo, conforme a comissão organizadora da prova, não haverá isenção total ou parcial do pagamento da taxa de inscrição.

Dúvidas ou informações sobre o processo seletivo deverão ser encaminhadas para a Diretoria de Tecnologias Educacionais Virtuais, através do e-mail [email protected] ou pelo telefone (66) 3410-4111.

Confira abaixo o edital do Processo Seletivo:

Fonte: Prefeitura de Lucas do Rio Verde – MT





Continue Reading

Cidades

Instituto Nefrológico Adilson Martins é oficialmente inaugurado

Published

on


Unidade, que funciona em prédio construído pela Prefeitura, está sob gestão de empresa especializada

Está oficialmente em funcionamento o Instituto Nefrológico de Sorriso, que homenageia o jornalista e paciente renal Adilson Martins, falecido em novembro do ano passado. A unidade, na esquina entre a Avenida Brasil e a Rua São Pedro, no bairro Villa Romana, está sob a gestão do Instituto Nefrológico Ltda., única empresa a participar da Concorrência Pública 012/2023, que tinha como objeto a Concessão do serviço de Terapia Renal Substitutiva (TRS).

Depois de todo o processo de licitação, que sucedeu a fase de construção do prédio, também a cargo da Prefeitura, com um investimento que na casa dos R$ 2 milhões, o início das sessões de TRS foi celebrado em uma cerimônia realizada na noite desta quarta-feira (4 de julho).

Como o serviço de hemodiálise é considerado de alta complexidade, não é de responsabilidade do Município. No entanto, o Município investiu recursos próprios e buscou alternativas para melhorar a qualidade de vida de todos os sorrisenses que necessitam deste tratamento, colocando no passado a rotina de viagens para passar pelo procedimento em Sinop.

“Foi um processo longo e árduo, mas a missão do Executivo é sim, uma missão árdua e hoje partilhamos junto à comunidade, aos pacientes e a todos os demais envolvidos a realização deste sonho, que permite que os sorrisenses que precisam da hemodiálise possam ser atendidos aqui, pertinho de casa, e os pacientes de cidades mais próximas também poderão ser aqui atendidos, economizando assim o tempo de viagem”, destacou o prefeito Ari Lafin.

O médico nefrologista Vitor Carlos Souza Vieira, responsável pelo Instituto Nefrológico Ltda. Informou que, desde 1994, o Instituto oferta terapia renal substitutiva no Estado. A primeira clínica foi aberta em julho de 1994, em Várzea Grande; e a segunda em 2021, em Primavera do Leste. “É uma honra estarmos aqui agora em Sorriso, prestando um serviço com o máximo empenho profissional, oferecendo o que há de melhor para garantir o conforto do paciente”.

Uma das pessoas que vai incluir o endereço da clínica no trajeto rotineiro é a dona Terezinha Sartori, que acompanha o marido na rotina da hemodiálise. “Emocionada. É assim que me sinto em ver meu marido fazer hemodiálise em casa. Tenho certeza de que todas as famílias dos demais pacientes sentem essa mesma alegria; agora ele vai entrar aqui às 7 horas e chegar em casa às 11 horas, para o almoço”, conta.

Terezinha relata que até então era necessário sair de Sorriso às 10 horas da manhã para o atendimento. “Só voltávamos depois do último paciente concluir o procedimento por volta das 20, 21 horas; e nem sempre o paciente volta bem, muitas vezes sente náuseas, vômitos, então saber que teremos esse serviço no Município mesmo é um alívio muito grande”, diz. O esposo de dona Terezinha integrou o grupo de pacientes que na última sexta-feira, 28 de junho, participou dos testes iniciais na Clínica. Seis pacientes passaram pelo procedimento na sexta. “E sei que a alegria de todos é a mesma”, reforça Terezinha.

“Entregamos aqui hoje uma nova expectativa de nossos pacientes, que não vão mais precisar rodar 180 quilômetros, dia sim, dia não, para a filtragem do seu sangue”, comentou o secretário de Saúde e Saneamento Luís Fábio Marchioro, reiterando que, além dos investimentos na construção do prédio e de todo o trâmite licitatório, o Município segue investido no setor até que venham verbas de outras esferas governamentais.

O Clínica já está atendendo 44 pacientes, com necessidade mensal de aplicação de R$ 300 mil por parte do Município. Além dos 30 pacientes sorrisenses, devem também ser atendidos nove pacientes de Nova Mutum; e 11 de Lucas do Rio Verde. Outros quatro pacientes são de Ipiranga do Norte, Itanhangá, Nova Ubiratã e Tapurah. Contudo, dependendo da demanda, o número de pacientes atendidos pode chegar a até 84 pessoas.





Continue Reading

As mais lidas da semana