Várzea Grande

Quatro escolas, aluno e professora de Várzea Grande recebem prêmio “Alfabetiza MT”

Published

on


Quatro escolas municipais de educação básica de Várzea Grande foram agraciadas na terceira edição do Prêmio Alfabetiza MT, uma iniciativa do Governo do Estado de Mato Grosso. O prêmio totalizou R$ 184.864,54 em recursos financeiros para as escolas vencedoras, que são: EMEB Nair de Oliveira Correia, EMEB Euraide de Paula, EMEB Professora Líbia da Costa Rondon e EMEB Armindo de Arruda Campos.

Além das escolas, o aluno Michel de Almeida da EMEB Júlio Correia foi premiado pelo seu desempenho excepcional em proficiência; e a professora Vânia Arruda, da EMEB Antônio Gomes da Cruz, foi reconhecida por seu ensino com equidade.

O secretário de Educação, Cultura, Esportes e Lazer, Silvio Fidélis, falou da satisfação de celebrar o sucesso das escolas municipais, aluno e professora, no Prêmio Alfabetiza MT. “Este reconhecimento é fruto do empenho e dedicação de nossos professores, alunos e de toda a equipe pedagógica. Nosso compromisso com a educação de qualidade se reflete nos investimentos que temos realizado em formação continuada, aquisição de materiais didáticos e na melhoria das condições de ensino. A premiação é um marco que nos motiva a continuar trabalhando com ainda mais afinco para garantir que todas as crianças de Várzea Grande tenham acesso à alfabetização na idade certa, fortalecendo assim o futuro da nossa cidade”, disse.

Fidélis explicou que o Programa Alfabetiza MT visa fortalecer a colaboração entre estado e municípios, com ênfase na alfabetização das crianças até o 2º ano do Ensino Fundamental. O programa requer uma estrutura de gestão robusta, criação de instrumentos legais e a assinatura de um termo de cooperação técnica pelo governo do Estado e prefeitos, assegurando às crianças o direito à alfabetização na idade correta.

“O programa busca transformar o contexto educacional, especialmente na fase de alfabetização. Seus objetivos incluem o fortalecimento da gestão escolar, capacitação dos docentes, avaliação do desempenho dos estudantes e geração de incentivos às escolas. O Alfabetiza MT promove a alfabetização dos alunos do 2º ano por meio de formação de professores e uso de material didático complementar (MD), que apoia o processo de alfabetização. Os alunos participam de avaliações contínuas ao longo do ano, culminando em uma avaliação somativa entre outubro e novembro. Com base nos resultados dessas avaliações, as escolas que se destacam em categorias como equidade, desempenho e crescimento são premiadas”, detalhou.

Segundo dados da Seduc-MT, ao todo 200 escolas são selecionadas para receber apoio, com 100 dessas escolas atuando como mentoras para aquelas com menores resultados, promovendo um intercâmbio de boas práticas e melhorias.

O prêmio é destinado ao suporte pedagógico das escolas, podendo ser utilizado para a formação de professores, aquisição de materiais didáticos e outras necessidades pedagógicas. Cada escola elabora um plano de ação que, após aprovação, é implementado com o acompanhamento contínuo de uma equipe da CEUP (Coordenação de Educação do Ensino Fundamental), assegurando a correta aplicação dos recursos e a prestação de contas.

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande – MT





Várzea Grande

Kalil destaca perfil agregador para trazer investimentos e recursos para Várzea Grande

Published

on


Com perfil agregador, o prefeito Kalil Baracat (MDB) destacou os resultados por ter apoio político nas esferas municipal, estadual e federal para trazer investimentos, obras e recursos para Várzea Grande, ajudando a cidade melhorar no fornecimento de água, na mobilidade urbana, educação, infraestrutura, dentre outros setores da administração pública.

“É nítido à toda a sociedade várzea-grandense o tanto de esforço que a minha administração, que o grupo político que me apoia, tem feito pela cidade de Várzea Grande. Nos avanços, de quanto melhorou e melhorou muito”, afirmou o prefeito em entrevista à Rádio CBN Cuiabá nesta quinta-feira (11).

Ele destacou a importância da parceria com o governador Mauro Mendes (UB), deputado federal Coronel Assis (UB), os deputados estaduais Fábio Tardin, Fabinho, (PSB) e Júlio Campos (UB), além do senador Jayme Campos (UB) para trazer obras estruturais e melhorias para a cidade.

Embora o Governo do Estado tenha aportado recursos para obras importantes como a captação, tratamento e armazenamento de água, o prefeito lembrou que a Prefeitura também dá a sua contrapartida, que no caso foi de R$ 12 milhões. Lembrou também das emendas parlamentares que ajudam em muito o município. Apenas Jayme Campos enviou R$ 85 milhões para o município no ano passado

Contudo, a Prefeitura de Várzea Grande também tem realizado investimentos próprios como a construção da Estação de Tratamento de Água (ETA) Imigrantes. Ao todo serão três novas ETAs entregues na sua gestão para solucionar a questão do fornecimento de água na cidade.

“Essas parcerias são fundamentais para o progresso de Várzea Grande. Quem é que não queria ter um senador apoiando a sua cidade? O Jayme é nascido e criado em Várzea Grande. Foi prefeito três vezes, governador e senador. Eu apoiei Mauro Mendes, ele tem compromisso com a cidade, nada mais justo o governador do Estado olhar pela cidade onde ele teve mais de 60% de votos. Agradeço a maioria dos deputados federais que sempre tem apoiado a nossa administração, sabem que é uma administração séria e que os recursos das emendas são bem aplicados, tem resultado”.

Kalil disse ainda que os recurso dos impostos recolhidos pela prefeitura chegam na ponta em obras de pavimentação das ruas, na ampliação do serviço de saúde e na educação. Para ele, esse reconhecimento da população se traduz na aprovação da gestão dele.

“A população é consciente, é inteligente e não estaria me aprovando se não reconhecesse todo esse trabalho. Eu fui eleito com 50.918 votos e estou governando para mais de 300 mil pessoas. A população tem visto o esforço de toda a minha equipe para entregar resultados positivos”, concluiu o prefeito.





Continue Reading

Várzea Grande

Kalil confirma investimentos para construção da sede própria da 1ª maternidade pública

Published

on


O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat (MDB), pré-candidato à reeleição pelo ‘Movimento VG Melhor’, confirmou hoje de manhã (10), que estão garantidos recursos para construção da sede própria da primeira maternidade pública da cidade. Os recursos, R$ 103 milhões, serão destinados via governo federal por meio do Novo Programa de Aceleração do Crescimento (Novo PAC), eixo saúde.

O modelo para Várzea Grande é do tipo 1: com 8.200m2 e capacidade para até 100 leitos. Será construída no bairro Frutal de Minas, próximo ao bairro Nova Várzea Grande, onde funciona o Hospital Municipal e Pronto-Socorro, bem como a maternidade. O terreno já havia sido desapropriado pelo Município.

Como explica o prefeito, a atual maternidade – Hospital Materno Infantil ‘Dr. Francisco Lustosa de Figueiredo – é a primeira em toda a história da cidade a atender de forma gratuita, ou seja, 100% pelo SUS, e foi implantada em sua gestão, em 2021, porém, funciona em local alugado.

“Com o aporte já assegurado pelo Ministério da Saúde, fruto de mais uma parceria e articulação política de Várzea Grande, junto à Bancada Federal, vamos ter uma sede própria, totalmente edificada para atender às necessidades das nossas parturientes e dos recém-nascidos. A secretaria municipal de Saúde já tem um projeto, eu tive a oportunidade de acompanhar essa elaboração e posso assegurar que como nunca, os várzea-grandenses nascerão em Várzea Grande”.

A primeira maternidade pública de Várzea Grande já registrou de 2021 a meados de 2024, cerca de 4,5 mil nascimentos. “Sem a maternidade pública, a maior parte dessas crianças nasceria em Cuiabá”, lamenta o emedebista. E completa: “Desde 2021 essas esses recém-nascidos são efetivamente várzea-grandenses, não apenas de ‘berço’ como de certidão, podendo exercer seu direito de serem reconhecidos e acolhidos na cidade onde vão morar e construir a própria história”.

Os recém-nascidos saem da maternidade com os testes de triagem neonatal feitos (teste do olhinho, do coraçãozinho, da orelhinha e da linguinha) e os que ficam internados por mais de três dias passam pelo teste do pezinho.

“É o que podemos chamar de acolhimento integral. O recém-nascido tem todo um amparo humanizado do parto ao pós-parto com a entrega kits de saída de maternidade, exames, e da certidão de nascimento totalmente gratuita. Todas as crianças nascidas na maternidade saem daqui cidadãs várzea-grandense com o seu direito ao registro em cartório reconhecido e garantido”, reforça o prefeito emedebista.

PROJETO – De acordo o Ministério da Saúde serão construídos estabelecimentos de saúde de média e alta complexidade que prestarão assistência à gestante, puérpera e ao recém-nascido.

As maternidades ofertadas serão de alto risco e contemplarão os seguintes setores assistenciais: centro de parto normal intra-hospitalar; ala de suítes de pré-parto, parto e pós-parto; centro cirúrgico e obstétrico; alojamentos conjuntos; quartos de internação de alto risco; unidade de terapia intensiva neonatal; unidade de cuidados intermediários; unidade de canguru; unidades de terapia intensiva materna; suítes de expectação para mulheres em situações emergenciais; áreas privativas para mulheres vítimas de violência; unidade de urgência e emergência; diagnóstico por imagem com radiologia; tomografia; ultrassonografia; cardiotocografia; laboratório de análises clínicas; áreas de apoio técnico; banco de leite; apoio logístico e administrativo: além de um ambulatório e casa da gestante bebê e puérpera.

“O objetivo é priorizar o atendimento humanizado e a privacidade da mulher, desde as gestantes de risco habitual até as de alto risco e, principalmente, as que necessitam de um cuidado maior, como as vítimas de violência. Estamos mudando paradigmas, ao oferecer um modelo assistencial focado em boas práticas e na humanização da atenção aos partos e nascimentos. Serão serviços de incorporação tecnológica importantes, saúde digital, ensino e pesquisa”, destacam técnicos do ministério.





Continue Reading

Várzea Grande

PIB de Várzea Grande cresce 733% e município se consolida como quarta maior economia do Estado

Published

on


Um dos parâmetros de que Várzea Grande está no rumo correto são os resultados econômicos do município. O Produto Interno Bruto (PIB) do município cresceu 733% entre 2002 e 2021, de acordo com as informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). A Cidade Industrial é a quarta economia do Estado e figura entre os cinco maiores municípios de Mato Grosso.

A liderança pertence a Cuiabá com PIB de R$ 29,7 bilhões e 12,75% de participação no PIB do Estado; seguido por Rondonópolis em R$ 17,3 bilhões e 7,41% de participação; Sorriso em R$ 12,5 bilhões e 5,37% de participação; Várzea Grande em R$ 9,9 bilhões e 4,25%; e Sinop em 9,6 bilhões e 4,12% de participação.

Para se ter uma ideia da evolução de Várzea Grande, em 2002, o PIB municipal era de 1,1 bilhão. Já em 2021 atingiu 9,9 bilhões, conforme os últimos dados do IBGE a respeito do PIB.

Conforme o estudo “Produto Interno Bruto dos Municípios de Mato Grosso em 2021”, realizado pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Várzea Grande se destaca na economia na indústria, serviços e nos serviços públicos.

Para o prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat (MDB), o crescimento expressivo do PIB do município é um reflexo direto das políticas públicas e investimentos implementados para promover o desenvolvimento econômico e social da cidade.

“A presença de Várzea Grande no ranking das maiores economias do estado é motivo de orgulho para todos os várzea-grandenses, e principalmente para mim que sou filho desta terra. Este resultado demonstra que estamos no caminho certo, incentivando a indústria, o setor de serviços e tecnológico, proporcionando um ambiente propício para novos investimentos. Nosso compromisso é de trabalhar arduamente para criar oportunidades e melhorar a qualidade de vida da nossa população”.

O município está entre os 7 maiores em relação ao Valor Adicionado Bruto (VAB) da indústria, que juntos são responsáveis por 51,8% dos resultados econômicos no Estado. As quatro maiores participações são de Cuiabá com VAB da indústria em R$ 4,67 bilhões e participação em 14,52% ; Rondonópolis em R$ 4,18 bilhões e 12,98%; Várzea Grande em R$ 1,96 bilhões e 6,08% e Sorriso em R$ 1,69 bilhões e 5,25%.

Várzea Grande tem o terceiro melhor resultado no setor de serviços (exceto administração pública). Dos municípios que somaram cerca de metade do resultado do setor econômico está Cuiabá com VAB estimado em R$ 15,66 bilhões e participação relativa de 21,37%; Rondonópolis em R$ 8,14 bilhões e 11,11% ; Várzea Grande em R$ 4,63 bilhões e 6,31 % ; Sorriso em R$ 4,60 bilhões e 6,28% ; e Sinop em R$ 4,58 bilhões e 6,25%.

Em 2021, o valor dos serviços da administração pública (administração, defesa, educação, saúde pública e seguridade social – APU) é mais expressiva em concentrações urbanas que exigem a maior presença desses serviços de natureza pública. Por isso, a participação acumulada de Cuiabá e Várzea Grande representou 24,87% do setor econômico do Estado.





Continue Reading

As mais lidas da semana