Esportes

Athletico vira o jogo e conquista vitória importante contra o Atlético Goianiense

Published

on


O Athletico Paranaense superou adversidades e conquistou uma vitória crucial fora de casa neste domingo (07.07), ao derrotar o Atlético Goianiense por 2 a 1 em Goiânia. Com este resultado, o Furacão se mantém firme entre os seis primeiros colocados do Campeonato Brasileiro.

Desempenho e Superação

Mesmo enfrentando muitos desfalques e utilizando um elenco rotativo, o Rubro-Negro mostrou superioridade ao longo de toda a partida. O time perdeu boas chances no primeiro tempo e sofreu um gol em um momento de descuido, mas reagiu rapidamente e conseguiu a virada com gols de Julimar e Di Yorio.

O Jogo

Desde o início, o Athletico mostrou-se mais perigoso que o time da casa. As melhores oportunidades do primeiro tempo foram todas do Furacão. Erick teve a primeira chance em um chute que foi bloqueado pela defesa. Em seguida, Kaique Rocha lançou Julimar, que chutou em cima da marcação, e a bola sobrou para Zapelli, que finalizou para fora.

O atacante Emersonn, em sua primeira partida como titular, deu muito trabalho à defesa do Dragão. Após um ótimo passe de Zapelli, ele teve seu chute bloqueado. Mais tarde, recebeu de Julimar e bateu para o gol, mas a defesa novamente bloqueou e a bola ficou com o goleiro. Emersonn ainda deu um passe para Erick, que chutou forte, mas o goleiro fez uma boa defesa. Nos acréscimos, Emersonn recebeu na área, mas finalizou para fora.

Reação e Virada

Apesar do domínio, o Athletico foi surpreendido logo no primeiro minuto do segundo tempo. Em um lançamento do campo de defesa do Atlético Goianiense, Luiz Fernando recebeu com espaço, avançou e chutou forte, abrindo o placar para o time da casa.

O Furacão não se deixou abalar e reagiu rapidamente. Aos 4 minutos, o goleiro Mycael, estreando como titular, lançou a bola para o ataque. Pablo disputou com a zaga e, de costas para o gol, deu um toque de cabeça para trás, deixando Julimar cara a cara com o goleiro. Julimar finalizou com categoria e empatou a partida.

O Athletico continuou pressionando em busca da virada. Madson recebeu um ótimo lançamento de Kaique Rocha e cruzou rasteiro na pequena área, mas a zaga cortou. Em outro lance, Julimar cabeceou à direita do gol após um cruzamento de Fernando.

Momento Decisivo

Aos 25 minutos, o Furacão ganhou uma vantagem numérica quando Derek acertou uma cotovelada em Gamarra e foi expulso após consulta ao VAR. Aproveitando a superioridade, o auxiliar técnico Juca Antonello, que comandou o Athletico à beira do campo, fez três substituições, colocando Esquivel, Fernandinho e Di Yorio.

As mudanças surtiram efeito imediato. Aos 32 minutos, Kaique Rocha viu Fernandinho bem posicionado e fez um passe preciso. Fernandinho, com muita categoria, deu um toque de primeira que encontrou Di Yorio dentro da pequena área. O argentino ajeitou o corpo e bateu de virada, marcando o gol da vitória do Furacão em Goiânia.

A vitória por 2 a 1 sobre o Atlético Goianiense foi um marco de superação para o Athletico, que mesmo com desfalques e rodando o elenco, mostrou força e determinação. O resultado mantém o time entre os seis primeiros do Brasileirão e dá confiança para o próximo confronto contra o Bahia.

Próximos Confrontos

O Athletico-PR volta a campo na quarta-feira, contra o Bahia, pela 16ª rodada do Brasileirão. Já o Atlético-GO encara o Palmeiras, na quinta-feira.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 1 X 2 ATHLETICO-PR

Local: Estádio Antonio Accioly, Goiânia (GO)
Data: 07/07/2024
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: João Vitor Gobi (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (Fifa-SP) e Evandro de Melo Lima (SP)
Cartão amarelo: Luiz Fernando (Atlético-GO); Gamarra, Fernando e Esquivel (Athletico-PR)
Cartão vermelho: Derek, aos 28 minutos do segundo tempo.

GOL: Luiz Fernando, ao um minuto do segundo tempo (Atlético-GO), Julimar, aos quatro minutos do segundo tempo / Di Yorio, aos 32 minutos do segundo tempo (Athletico-PR)

ATLÉTICO-GO: Ronaldo; Maguinho (Bruno Tubarão), Adriano Martins, Alix Vinicius e Guilherme Romão; Rhaldney (Roni), Lucas Kal e Baralhas (Alejo Cruz); Shaylon (Yony González), E. Rodríguez (Derek) e Luiz Fernando. Técnico: Anderson Leal Gomes.

ATHLETICO-PR: Mycael; Madson, Kaique Rocha, M. Gamarra e Fernando (Esquivel); Erick, Gabriel, Emersonn (Christian), Zapelli (Fernandinho) e Julimar; Pablo (Di Yorio). Técnico: Juliano Roberto Antonello.

Fonte: Esportes





Esportes

Flamengo conquista vitória suada contra o Vitória no Barradão

Published

on


Em uma noite de quarta-feira marcada por muita emoção, o Flamengo venceu o Vitória por 2 a 1, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro. Com este resultado, o time carioca alcançou 37 pontos, consolidando-se entre os líderes da competição. Por outro lado, o Vitória permanece com 15 pontos, ainda na zona de rebaixamento.

O Flamengo abriu o placar no primeiro tempo com um gol de Arrascaeta. Na segunda etapa, o Vitória empatou com Everaldo, mas os cariocas garantiram a vitória com um gol de Carlinhos nos minutos finais.

O Flamengo iniciou a partida dominando a posse de bola, mas sem muita criatividade no ataque. O Vitória, após um começo focado na marcação, começou a explorar os contra-ataques. Os baianos aproveitaram os espaços deixados pelos cariocas e chegaram a finalizar com Alerrandro, embora sem perigo. O Flamengo respondeu com um cabeceio de Léo Pereira.

Aos 34 minutos, o Vitória quase abriu o placar com um cabeceio de Wilean Lepo, defendido por Rossi. Matheuzinho também teve uma chance, mas chutou para fora. No entanto, aos 38 minutos, Arrascaeta recebeu um lançamento, driblou o marcador e marcou para o Flamengo, dando tranquilidade ao time carioca, que controlou o jogo até o intervalo.

Segundo Tempo

Na segunda etapa, o Flamengo continuou dominando. Fabrício Bruno chegou a marcar, mas o gol foi anulado devido a uma irregularidade na cobrança de escanteio. O Vitória, animado pelo lance, quase empatou com um chute de Matheuzinho, defendido por Rossi.

O Vitória começou a equilibrar a partida e quase empatou aos 21 minutos, quando William Oliveira recebeu um passe na área, mas chutou para fora. O Flamengo respondeu com Viña, que parou em uma grande defesa de Lucas Arcanjo. Aos 28 minutos, o Vitória empatou com Everaldo, que foi lançado na área e finalizou com precisão.

O Flamengo não se abalou com o empate e quase marcou novamente aos 32 minutos, quando Gabriel driblou o goleiro, mas Caio Vinícius salvou em cima da linha. Nos minutos finais, o jogo ficou aberto, com ambas as equipes buscando o ataque. Aos 44 minutos, Carlinhos foi lançado na área e tocou na saída do goleiro, garantindo a vitória do Flamengo no Barradão.

Próximos Confrontos

Na próxima rodada, o Flamengo enfrentará o Atlético-GO no Maracanã, neste domingo. Já o Vitória terá um desafio contra o Palmeiras, no sábado, no Allianz Parque.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 1 X 2 FLAMENGO

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 24/07/2024
Horário: 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP-Fifa)
Assistentes: Marcelo Carvalho Von Gasse (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
Cartões amarelos: Lucas Esteves (Vitória); Luiz Araújo (Flamengo)

GOLS : Arrascaeta, aos 38min do primeiro tempo (FLAMENGO), Everaldo, aos 28min do segundo tempo (VITÓRIA) e Carlinhos, aos 44min do segundo tempo (FLAMENGO).

VITÓRIA: Lucas Arcanjo, Willean Lepo, Caio Vinícius, Wagner Leonardo e Lucas Esteves (PK); Willian Oliveira (Jean Mota), Léo Naldi e Ricardo Ryller (Zé Hugo); Matheuzinho, Alerrandro (Lawan) e Osvaldo (Everaldo)
Técnico: Thiago Carpini

FLAMENGO: Rossi, Varela, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Viña (Ayrton Lucas); Allan (Matheus Gonçalves), De La Cruz (Luiz Araújo) e Arrascaeta; Gerson, Everton Cebolinha (Carlinhos) e Pedro (Gabriel)
Técnico: Tite

Fonte: Esportes





Continue Reading

Esportes

Sonho continental do Internacional termina em frustração no Beira-Rio

Published

on


Em noite de luta e drama, o Internacional não conseguiu reverter a vantagem argentina e se despediu da Copa Sul-Americana na noite desta terça-feira (25.07). O empate em 1 a 1 com o Rosario Central, no Estádio Beira-Rio, decretou a eliminação colorada ainda nos playoffs da competição.

Alan Patrick, no início do segundo tempo, marcou o gol que manteve vivo o sonho da classificação. A explosão de alegria da torcida, porém, foi silenciada por um balde de água fria. O tento de Augustín Sandéz, ainda na primeira etapa, garantiu a vaga aos argentinos, que haviam vencido o jogo de ida por 1 a 0.

A equipe gaúcha amargou assim sua terceira eliminação na temporada. Antes da queda na Sul-Americana, o Inter já havia se despedido do Campeonato Gaúcho na semifinal, para o Juventude, e da Copa do Brasil para o Caxias, na terceira fase. Resta agora ao Colorado focar suas energias no Campeonato Brasileiro, onde ocupa a 13ª posição, com 19 pontos.

Em campo, o Rosario Central adotou uma postura aguerrida desde o apito inicial. Aos 19 minutos, a estratégia argentina surtiu efeito: Facundo Mallo aproveitou falha da defesa colorada e serviu Augustín Sandéz, que, com um chute indefensável, abriu o placar.

O Inter voltou do intervalo disposto a mudar o rumo da partida e, logo aos 4 minutos, chegou ao empate. Wesley, em bela jogada individual, cruzou para Enner Valencia. Na sobra do rebote do goleiro Broun, Alan Patrick não perdoou e igualou o marcador.

A pressão colorada se intensificou nos minutos finais, criando um clima de suspense no Beira-Rio. No último lance, a torcida chegou a pedir pênalti em suposta cotovelada em Rafael Borré, mas o árbitro, após consultar o VAR, encerrou o jogo.

Com a classificação, o Rosario Central enfrenta o Fortaleza nas oitavas de final. A primeira partida será no dia 14 de agosto, no Estádio Gigante de Arroyito, na Argentina. O Inter volta a campo no próximo sábado (29), contra o Bahia, na Arena Fonte Nova, pela 19ª rodada do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 1 X 1 ROSÁRIO CENTRAL-ARG

Local: Porto Alegre – Rio Grande do Sul

Estádio: Beira-Rio.
Público: 36.667. Pagantes: 31.646. Não pagantes: 5.021.
Renda: R$ 344.084,00

Arbitragem: Gustavo Tejera, auxiliado por Nicolas Taran e Andrés Nievas. Quarto Árbitro: José Burgos. VAR: Varlos Orbe.

Cartões amarelos: Campaz e Rodríguez (R). Rochet e Alario (I).

Gols: Sández, aos 19’/1ºT (Rosario). Alan Patrick, aos 5’/2ºT (Inter).

Internacional : Rochet; Bustos, Gabriel Mercado, Robert Renan e Renê (Bernabei); Rômulo (Bruno Gomes), Bruno Henrique (Gabriel Carvalho), Rafael Borré, Alan Patrick (Lucas Alario) e Wesley (Gustavo Prado); Enner Valencia. Técnico: Roger Machado.

Rosario Central-ARG: Jorge Broun; Coronel, Facundo Mallo, Quintana e Sández; Franco Ibarra (Rodríguez), Mauricio Martínez, Jonatán Gomez (Ortiz) e Campaz (Giaccone); Enzo Copetti (Módica) e Marco Ruben (Malcorra). Técnico: Miguel Angel Russo.

Fonte: Esportes





Continue Reading

Esportes

Fluminense vence o Cuiabá e sai da lanterna do Brasileirão

Published

on


Neste domingo, o Fluminense comemorou seu 122º aniversário com uma vitória significativa sobre o Cuiabá por 1 a 0, na Arena Pantanal, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jovem Kauã Elias, de apenas 18 anos, foi o herói da partida, marcando o gol decisivo que trouxe esperança para a torcida tricolor.

Retorno de Thiago Silva e fim do jejum

O jogo marcou o retorno do experiente zagueiro Thiago Silva ao Fluminense, aos 39 anos, reforçando a defesa do time carioca. Além disso, o Fluminense interrompeu uma sequência de 13 rodadas sem vitórias no Brasileirão, que incluía nove derrotas e quatro empates. A última vitória havia sido contra o Vasco, no dia 20 de abril.

Situação na Tabela

Com a vitória, o Fluminense deixou a lanterna do Campeonato Brasileiro e agora ocupa a 19ª posição, com 11 pontos em 17 jogos. A distância para o Cuiabá, o primeiro time fora da zona de rebaixamento, é de seis pontos.

O Jogo

O Fluminense começou a partida com força total, contando com a estreia de Thiago Silva e o retorno de Arias e Cano. Aos quatro minutos, Ganso teve a primeira chance clara, mas parou no goleiro Walter. Aos 16 minutos, Fábio, goleiro do Flu, fez uma defesa crucial em chute de Isidro Pitta, mantendo o placar inalterado.

O primeiro tempo foi marcado por muitas faltas e erros, com ambas as equipes encontrando dificuldades para criar oportunidades claras. Aos 46 minutos, Ganso deu um excelente passe para Samuel Xavier, que desperdiçou a chance de abrir o placar.

No intervalo, os técnicos fizeram alterações. Petit substituiu Fernando Sobral por Max, enquanto Mano Menezes trocou Martinelli por Alexsander no Fluminense. Aos 14 minutos, Keno entrou no lugar de Marquinhos. O Cuiabá teve uma chance aos 18 minutos, mas Lucas Mineiro mandou por cima do gol.

Aos 21 minutos, Mano Menezes colocou Kauã Elias no lugar de Cano. Um minuto depois, Matheus Alexandre salvou um cruzamento perigoso de Samuel Xavier. Na cobrança de escanteio, Thiago Silva cabeceou, mas Walter defendeu com segurança.

Aos 27 minutos, a estrela de Kauã Elias brilhou. Arias cruzou da direita, Ganso fez um corta-luz, e Kauã Elias finalizou no canto, marcando o gol da vitória. O jovem atacante já havia sido decisivo no empate contra o Criciúma pela 16ª rodada.

Após o gol, o Fluminense administrou o resultado e garantiu a vitória. Nos acréscimos, Guga, que estava no banco de reservas, foi expulso. Esta foi a primeira vitória de Mano Menezes no comando do Fluminense, após dois empates e uma derrota.

A vitória sobre o Cuiabá trouxe um alívio e renovou as esperanças do Fluminense na luta contra o rebaixamento. Com o retorno de Thiago Silva e a ascensão de jovens talentos como Kauã Elias, o Tricolor Carioca busca uma recuperação no Campeonato Brasileiro. A torcida agora espera que o time mantenha o ímpeto na próxima partida contra o Palmeiras.

Próximos Confrontos

O Fluminense enfrentará o Palmeiras na próxima quarta-feira, às 21h30 (horário de Brasília), no Maracanã. Já o Cuiabá volta suas atenções para o playoff da Copa Sul-Americana, onde enfrentará o Palestino, do Chile, na quinta-feira, às 19h (de Brasília), na Arena Pantanal. O jogo de ida terminou empatado em 1 a 1, e quem vencer avança.

FICHA TÉCNICA

CUIABÁ 0X1 FLUMINENSE

Local: Arena Pantanal, Cuiabá (MT)
Data: 21/07/2024, domingo
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa-PR) e Maira Mastella Moreira (Fifa-RS)
Cartão amarelo: Martinelli, Arias e Mano Menezes (Fluminense) e Ramon (Cuiabá)
Cartão vermelho: Guga (Fluminense)
Gol: Kauã Elias, aos 27′ do 2ºT (Fluminense)

CUIABÁ: Walter; Matheus Alexandre, Marllon, Alan Empereur e Ramon; Lucas Mineiro (Clayson), Fernando Sobral (Max) e Denilson; Jonathan Cafu (Deyverson), Derik Lacerda (André Luís) e Isidro Pitta. Técnico: Petit.

FLUMINENSE: Fábio; Samuel Xavier, Thiago Silva, Thiago Santos e Diogo Barbosa; André, Martinelli (Alexsander) e Ganso (Nonato); Arias, Marquinhos (Keno) e Cano (Kauã Elias). Técnico: Mano Menezes.

Fonte: Esportes





Continue Reading

As mais lidas da semana