Mato Grosso

Podcast “Maiores do Estado” estreia e entrevista Gisela Simona, Faissal Calil, Abilio Brunini e Bruno Rios

Published

on


Com o objetivo de inspirar e apresentar aos ouvintes a  trajetória  pessoal  e profissional de líderes políticos e sociais que contribuem  para o desenvolvimento  de  Mato Grosso, o advogado e presidente interino da União das Câmaras  Municipais  de Mato Grosso (UCMMAT),  Geison Moraes,  e o gestor público  Matheus Campos,  vão  lançar  nesta sexta-feira (5), das 11 às 12 horas, o primeiro episódio do podcast “Maiores do Estado” em Cuiabá.

O  podcast  será transmitido ao vivo via plataforma YouTube (ver aqui). Os organizadores receberão seus convidados, que serão entrevistados em um estúdio que fica na Rua Dez, nº 9, bairro Boa Esperança, na capital.

“O podcast “Maiores do Estado” visa trazer à tona as histórias de grandes líderes políticos e sociais que têm contribuído significativamente para o crescimento e desenvolvimento de Mato Grosso. Nosso objetivo é inspirar os ouvintes ao apresentar trajetórias pessoais e profissionais enriquecedoras desses protagonistas. Vale lembrar que, essa iniciativa não possuí apoio financeiro de nenhuma  instituição pública ou privada”, afirma o advogado.

A apresentação do podcast, que programa gravar 4 episódios até o dia 19 de julho,  será conduzida pelos próprios idealizadores, que são apaixonados pela política.  “Vamos contribuir com a população, trazendo informações com ética e responsabilidade, mas, também com entretenimento”, pontua o gestor público.

Segundo os idealizadores, a iniciativa que busca conscientizar a população sobre política, pode trazer impacto à sociedade, de alguma forma, contribuindo  com informação responsável e inteligente.  “Acreditamos que ao conhecer as histórias e os trabalhos de grandes líderes, os ouvintes podem se sentir mais engajados e motivados a participar ativamente da vida política e social de nosso estado”,completam.

Para o projeto, serão convidados líderes municipais e estaduais do cenário político, econômico e social do estado. Em cada gravação do podcast, o/a convidado (a) falará sobre sua trajetória  na infância e  na juventude, as motivações que os levaram à política, os projetos que realizaram, suas perspectivas para o futuro, referências pessoais e profissionais, além do legado que desejam deixar.

“Nosso objetivo é fazer com que a população conheça mais sobre o mundo político e a importância da política em nossas vidas. Fazemos isso através de conversas leves e descontraídas, porém informativas e inteligentes, que permitem aos ouvintes compreenderem melhor os desafios e as conquistas dos líderes que entrevistamos”, ressaltam.

As entrevistas serão de forma leve e em formato de bate-papo, permitindo que eles compartilhem suas histórias de vida, desafios superados, realizações e sonhos para o futuro. “Isso cria uma conexão mais próxima e humana entre os convidados e os ouvintes. Também contribui para desmistificar a política, tornando-a mais acessível e compreensível para a população, além de inspirar futuras gerações a se envolverem e contribuírem para o desenvolvimento de nosso estado”, justificam.

“Nossa expectativa é fazer com que a população mato-grossense entenda a importância da política em nossa sociedade, aproximando o público de seus parlamentares e gestores. Queremos criar um vínculo de lealdade e respeito entre os políticos e a população, promovendo uma maior compreensão e interação entre ambas as partes”, estimam.

Ansiosos para este projeto, os idealizadores ainda disseram  que a ação  pode mudar o rumo da política mato-grossense.

“O público pode esperar o nosso melhor, e solicitamos que a população abrace este projeto e esteja engajada conosco. Juntos, podemos servir nossos ouvintes e, consequentemente, a sociedade mato-grossense e geral, promovendo uma política mais acessível, ética e inspiradora para todos”, finalizam.

Convidados

Na estreia do Maiores do Estado, nesta sexta-feira (5), das 11 às 12 horas, o primeiro episódio  contará  com a presença da advogada e deputada federal Gisela Simona (União).  No dia 11 de julho (quinta-feira), o segundo episódio será com o deputado estadual Faissal Calil (Cidadania). Na próxima segunda-feira ( 15), o terceiro terá o deputado federal Abílio  Brunini (PL),  e já no dia 19 (sexta-feira) deste mês, último episódio, contará com o vereador de Várzea Grande Bruno Rios (PL).

Imagem do WhatsApp de 2024 07 02 às 10.54.15 563f2d34





Mato Grosso

Em estreia de Thiago Silva, Fluminense vence o Cuiabá e deixa a lanterna do Brasileiro

Published

on


Após três meses, o Fluminense, enfim, voltou a vencer pelo Brasileiro e respira na briga contra a degola. Neste domingo, o Tricolor venceu o Cuiabá por 1 a 0, na Arena Pantanal, pela 18ª rodada da competição.

A última vitória da equipe carioca, no Brasileiro, foi no dia 20 de abril, no clássico contra o Vasco. De lá para cá, foram 13 jogos, com quatro empates e nove derrotas.

O importante resultado veio no dia em que a equipe celebra 122 anos de história. A estreia do zagueiro Thiago Silva também foi o destaque do Fluminense no duelo.

O gol do triunfo do Flu foi marcado pelo jovem Kauã Elias, na segunda etapa do confronto. Com o resultado, o Fluminense chega a 11 pontos e pula para 19º lugar, deixando a lanterna com o Atlético-GO, que tem os mesmos pontos, mas perde no saldo de gols.

O Cuiabá é a primeira equipe fora da zona do rebaixamento. A equipe do Mato Grosso ocupa a 16ª posição com 17 pontos.

Thiago Silva pelo Fluminense
Thiago Silva volta a vestir a camisa do Fluminense / Brasileirão Betano/Twitter

Próximos jogos

Fechando o primeiro turno do Brasileiro, o Fluminense recebe o Palmeiras no Maracanã, na proxima quarta-feira (24), às 21h30.

O Cuiabá tem compromisso pela Sul-Americana, na quinta (25), às 19h, em casa contra o Palestino (CHI). Pelo Brasileiro, o próximo duelo é no domingo (28), às 19h contra o Athletico-PR na Arena Pantanal.

Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas



Continue Reading

Mato Grosso

Bombeiros de MT continuam combate a quatro incêndios florestais no Estado neste domingo (21)

Published

on


O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso segue no combate a quatro incêndios florestais no Estado neste domingo (21.07).

Em Barão de Melgaço, militares combatem um incêndio às margens do rio Cuiabá, próximo à divisa com Poconé.

Em Cáceres são dois incêndios ativos, sendo um no Parque Estadual do Guirá e outro na região de Porto Conceição. No Guirá, a estratégia utilizada é o encharcamento dos focos ativos nas turfas com água; enquanto em Porto Conceição os militares estão divididos ao longo do Rio Paraguai fazendo combate direto e construção de aceiros para evitar a propagação das chamas.

Já ao sul do Parque Nacional do Pantanal Mato-grossense (Parna Pantanal) há um incêndio próximo à Fazenda Bélica, que faz divisa com Mato Grosso do Sul. Atuam equipes do Corpo de Bombeiros e brigadistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Os brigadistas do ICMBio também combatem um incêndio dentro do Parna Pantanal, próximo a divisa com a Reserva Particular do Patrimônio Natural Estância Dorochê. O Corpo de Bombeiros monitora o incêndio via satélite.

Por fim, neste domingo, não há focos de calor detectados pelos satélites nas regiões de mineradoras em Nova Lacerda e Vila Bela da Santíssima Trindade. As regiões seguem em monitoramento pela corporação.

Estrutura

Somente no Pantanal atuam 38 bombeiros, oito funcionários da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), seis militares do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), cinco membros da Defesa Civil do Estado e um integrante do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).

Este efetivo conta com o apoio de um avião, um helicóptero, onze viaturas, nove máquinas para a construção de aceiros, quatro caminhões auto tanque e três embarcações.

Além disso, também participam das ações brigadistas do ICMBio e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), e integrantes do Exército Brasileiro, Força Nacional, Marinha do Brasil e Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

O Batalhão de Emergências Ambientais (BEA) faz o monitoramento de todos os incêndios florestais do Estado, via satélite, para orientar as equipes em campo.

A estiagem severa e a baixa umidade do ar têm contribuído para a propagação das chamas e o Corpo de Bombeiros pede que a população colabore e respeite o período proibitivo. A qualquer indício de incêndio, os bombeiros orientam que a denúncia seja feita pelos números 193 ou 190.

Incêndios extintos

O Corpo de Bombeiros já extinguiu oito incêndios florestais em Mato Grosso: quatro em Cuiabá, três em Chapada dos Guimarães e um em Poconé.

Focos de calor

Em Mato Grosso, foram registrados 146 focos de calor entre sábado (20.07) e domingo, conforme última checagem, às 16h15, no Programa BDQueimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Desses, 81 se concentram na Amazônia, 62 no Cerrado e três no Pantanal. Os dados são do Satélite de Referência (Aqua Tarde).

Importante ressaltar que o foco de calor isolado não representa um incêndio florestal. Entretanto, um incêndio florestal conta com o acúmulo de focos de calor.

Fonte: Governo MT – MT





Continue Reading

Mato Grosso

Bombeiros de MT continuam combate de quatro incêndios florestais no Estado neste domingo (21)

Published

on


O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso segue no combate de quatro incêndios florestais no Estado neste domingo (21.07).

Em Barão de Melgaço, militares combatem um incêndio às margens do rio Cuiabá, próximo à divisa com Poconé.

Em Cáceres são dois incêndios ativos, sendo um no Parque Estadual do Guirá e outro na região de Porto Conceição. No Guirá, a estratégia utilizada é o encharcamento dos focos ativos nas turfas com água; enquanto em Porto Conceição os militares estão divididos ao longo do Rio Paraguai fazendo combate direto e construção de aceiros para evitar a propagação das chamas.

Já ao sul do Parque Nacional do Pantanal Mato-grossense (Parna Pantanal) há um incêndio próximo à Fazenda Bélica, que faz divisa com Mato Grosso do Sul. Atuam equipes do Corpo de Bombeiros e brigadistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Os brigadistas do ICMBio também combatem um incêndio dentro do Parna Pantanal, próximo a divisa com a Reserva Particular do Patrimônio Natural Estância Dorochê. O Corpo de Bombeiros monitora o incêndio via satélite.

Por fim, neste domingo, não há focos de calor detectados pelos satélites nas regiões de mineradoras em Nova Lacerda e Vila Bela da Santíssima Trindade. As regiões seguem em monitoramento pela corporação.

Estrutura

Somente no Pantanal atuam 38 bombeiros, oito funcionários da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), seis militares do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), cinco membros da Defesa Civil do Estado e um integrante do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).

Este efetivo conta com o apoio de um avião, um helicóptero, onze viaturas, nove máquinas para a construção de aceiros, quatro caminhões auto tanque e três embarcações.

Além disso, também participam das ações brigadistas do ICMBio e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), e integrantes do Exército Brasileiro, Força Nacional, Marinha do Brasil e Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

O Batalhão de Emergências Ambientais (BEA) faz o monitoramento de todos os incêndios florestais do Estado, via satélite, para orientar as equipes em campo.

A estiagem severa e a baixa umidade do ar têm contribuído para a propagação das chamas e o Corpo de Bombeiros pede que a população colabore e respeite o período proibitivo. A qualquer indício de incêndio, os bombeiros orientam que a denúncia seja feita pelos números 193 ou 190.

Incêndios extintos

O Corpo de Bombeiros já extinguiu oito incêndios florestais em Mato Grosso: quatro em Cuiabá, três em Chapada dos Guimarães e um em Poconé.

Focos de calor

Em Mato Grosso, foram registrados 146 focos de calor entre sábado (20.07) e domingo, conforme última checagem, às 16h15, no Programa BDQueimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Desses, 81 se concentram na Amazônia, 62 no Cerrado e três no Pantanal. Os dados são do Satélite de Referência (Aqua Tarde).

Importante ressaltar que o foco de calor isolado não representa um incêndio florestal. Entretanto, um incêndio florestal conta com o acúmulo de focos de calor.

Fonte: Governo MT – MT





Continue Reading

As mais lidas da semana